post da Martinha Fonseca

Produtos de Madame: comprinhas!

um resumão das novidades que comprei na viagem

17 jul 14

Pronto, post super esperado indo ao ar. Atire a primeira pedra quem não vai pros EUA atrás de novidades de beauté, e atire a segunda pedra quem não fica curiosa com as compras que a amiga que acabou de chegar de viagem fez.

hmmm, e aí, duas pedras atiradas? heheheh

Então vamos ao post, que madame que é madame compartilha as compritchas, néam??

B1

~ meus preferidos ~

Dessa vez eu fui bem focada nas compras – não queria voltar para casa com coisas inúteis e nem ficar com mil produtos acumulados no cantinho de maquiagem. Nesse primeiro semestre de 2014 eu já fiz duas arrumações nessa minha sessão e um monte de coisa eu passei para frente, doei pro pessoal que trabalha aqui em casa ou para alguma amiga. E quando percebi o tanto de coisa que eu tinha e nem usada direito, fiquei me sentindo mal, sabe? Aí já fui com a cabeça de comprar algo que eu realmente estava precisando ou realmente desejando. E como há um tempo venho dando printscreen em telas do instagram e de outros blogs que compartilham dicas ótimas de novos produtinhos, foi fácil me manter fiel à tática. hehehe

Vamos por partes, então, para não ficar confuso. Lembrando que, conforme ou vá usando os produtos, eu vou fazendo posts mais detalhados, tá? Por enquanto a idéia é só matar a curiosidade de vocês sobre as comprinhas. :)

B2

Primeiro a sessão “cabelos”. Todos esses produtos eu comprei de uma vez só na maldita hora que entrei na Bad, Bath and Beyond do outlet – aquela loja é uma perdição, e eu poderia jurar que a loja do outlet seria uma bagunça só, mas estava mara!!

Na esquerda para direita: 1. dupla de shampoo&condicionador da “Not Your Mothers”, marca que conheci na viagem passada com protetor térmico e aquele produto que dá efeito de cabelo de praia. Gostei tanto que resolvi testar mais produtos da marca, e dessa vez a escolhida foi essa duplinha que promete ajudar o cabelo a crescer forte e saudável. Como minhas madeixas estão dando sinal de crescimento, achei que seria válido. Mas ainda não testei.

2. Outra dupla de shampoo e condicionador, dessa marca que eu ainda não conhecida, e que varia o nome do produto de uma forma muito fofa: tem “very sexy hair”, “curly sexy hair”, “short sexy hair” e por aí. Achei fofo, resolvi comprar. Já usei esses dois na própria viagem e estou adorando. Conto mais detalhes depois.

3. Meu momento “leitora de blogs” nessa compra. Vi várias blogueiras falando desse spray fixador da Dove e resolvi comprar. Ainda não testei.

4.Shampoo a seco em tamanho de viagem…parece útil. Ainda não testei.

B3

Na parte de pele, comprei um pó contorno da Mac (e estou in love!!!), fiz reposição da Teint Miracle da Lâncome que eu já falei aqui no blog alugas vezes, comprei a Revlon photo ready (encontrei na Target) que já tinha ouvido falar bem e só usei uma vez, mas meodeos, é top. Teve também a Maestro da Georgio Armani e não sei porquê demorei tanto para testar essa base – de todo modo, ela é tão boa que certamente terá um post só dela por aqui. merece, sabe?

Tem também esse produto da Victoria’s Secret que não sei porque coloquei na categoria pele do rosto, se ela serve para as pernas. Devo ter faltado a aula de “grupos e coletivos” na época da escola…. #chateada hahaha falo dela logo abaixo, quando ela aparece na foto certa…tá?

Por fim, o sun bean da Benefit. Há um tempão ouvia falar dele, mas sempre esquecia de comprar. Finalmente lembrei dessa vez, e apesar de ser um iluminador bem discreto, eu estou curtindo. Mas vou usar mais vezes ainda para poder falar direitinho para vocês, ok?

B4

A parte de boca deve ter sido a sessão em que fui mais econômica. É que percebi que sou muito fiel às cores que gosto e que meu sonho é terminar um batom (até hoje só consegui isso uma vez!) hahahah aí não adianta ter muito, sabe? Fui precisa no que queria: um meio rosa, meio cor de boca, o Tawny Pink da Bobbi Brown (estou cada vez mais apaixonada pela marca) e um vinho-roxeado, o Marvelous Moxie da BareMinerals, para suprir meu luto pela perda do Vinhex, da Quem Disse, Berenice?. Por fim, o lipbalm da Eos, que tem embalagem fofa, dura muito e tem um cheiro tão bom que dá vontade de comer (hahahaha, sou dessas…).

B6

Na parte de olhos, essa paleta incrível da Smashbox que valeminhanossasenhora, é top demais!! Vou falar dela em breve, prometo!!!

Já na sessão baratex, esse rímel lindo da Covergirl que confesso que comprei mais pela embalagem linda e tem também o Pumped Up Colossal, da Maybelline, que é tipo a irmã mais nova da famosa The Colossal. Só usei uma vez até agora e curti bastante.

Nas sombras, tem essa prata bem cintilante e a sombra em canetinha, ambos da Bobbi Brown. Estava querendo cores curingas e glamurosas assim e acho que acertei em cheio. Em seguida, na foto, tem o “They’re Real”, delineador da Benefit que todo mundo vinha comentando como era baphônico. Céus, é mesmo! Ainda bem que comprei dois..hihihihi…

No mais, o corretivo da Mac – clássicão, né? – e mais dois delineadores, o da Stila que amo demais e é uma reposição; e o da Nix, que foi o único que achei nesse formato, também super falado. Ainda não testei.

B5

Por fim, na sessão “comprei, mas será que funciona?” o Rockin’ body Leg Shine da Victoria’s Secret (eu já tenho esse mesmo produto em creme e amo tanto que resolvi testar esse em roll on) e os produtinhos que prometem deixar a pele mais firme da Bliss, a dupla FatGirlSlim para usar durante o dia, e o FatGirlSleep para usar a noite.

Ufa!!!!

contei tudo!!! e aí, gostaram? Curiosas para os próximos posts mais detalhados dos produtos??

Categoria: Beleza, viagem
post da Martinha Fonseca

Produto de Madame: Unhas Autocolantes imPress

Será essa a solução para os meus cotocos?

03 jul 14

Quem tem unha grande e dura não sabe o sofrimento que é ter vindo de fábrica com a programação para cotocos fracos e quebradiços. Provavelmente quem me segue aqui há mais tempo já sabe que minhas unhas da mão são meu ponto fraco e que eu já fiz de tudo nessa vida para fazer as danadas crescerem: já usei base com formol, já usei “Casco Cavalo”, já testei o “esmalte roxinho” da Colorama (ou será que era Risque?), já parei de tirar cutículas para ver se protegia mais minhas unhas e elas cresciam melhor (mas com essa experiência eu só descobri que tenho mais cutícula que unha, e que como minha mão é muito seca, ficou muito muito, muito feio manter aqueles cantos brancos na mão…kuen!), já coloquei unhas de gel (mas elas são muito caras, principalmente na hora que uma quebra e você tem que pagar a unidade para repor…)…..e se duvidar qualquer hora dessas eu vou apelar para alguma promessa muito louca, como subir de joelhos as escadarias da Igreja do Bonfim.

Mentira. Não vou.

Até porque uma novidade acaba de entrar para o meu “hall de tentativas de madame”: as unhas autocolantes da imPress.

impress-1

Elas já existem no mercado há um tempinho, mas nunca tinha me dado a chance de testar até uns dias atrás. Publiquei no instagram a foto desse meu momento, e todo mundo super falou bem e isso só me encorajou ainda mais! uhu!

Mas, vamos lá, por partes, para eu contar para vocês tintim por tintim da minha experiência. Só não reparem na variedade de cores das unhas que ilustram esse post, porque como coloquei totalmente sem pretensão da primeira vez, acabei não fazendo foto de toooodo o processo. Tive que recorrer ao meu segundo momento (já com as unhas pretas que usando no momento e às rosas que ainda estão no pacotinho) para completar as fotos que precisaria para ilustrar o post.

impress-2

O primeiro grande diferencial dessas unhas imPress é que elas não são fixadas com cola, e sim com um adesivo autocolante que já vem na unha – e em tese, isso ajuda a estragar menos a unha original na hora de remover a postiça. Na embalagem que simula um esmalte (fofo, né?) vêm 24 unhas numeradas em pares e isso facilita muito para você achar o tamanho certo para sua unha. Na unha preta eu tive uma super dificuldade de enxergar os números e bem, é preciso rever isso aí, tá? #ficadica

impress-3

Escolhidas as unhas que serão usadas, a aplicação é bem simples. Você usa um lencinho que vem na própria embalagem para deixar suas unhas bem limpas (e permitir que o adesivo tenha a aderência necessária…), tira o adesivo e aplica a postiça na unha original começando da base e apertando bastante em direção às pontas (essas instruções vêm na própria embalagem).

Na foto acima, o “durante” e o “depois” da aplicação das unhas. Escolhi as de “Comprimento curto”, claro, mas ainda assim elas eram bem maiores que minha unha, e sobre isso, vale pontuar:

Eu tive que lixar muito a unha para conseguir que elas não ficassem “pornô style”. E é preciso um pouco de paciência para lixar tanto a unha assim, viu? Na primeira vez que apliquei não vi a mini-lixa que já vem na embalagem do produto, e usei lixa normal. Funciona, mas com a lixa normal a unha postiça acumula um pouco abaixo da unha. Aí eu lixava, pegava uma espátula e tirava o resíduo debaixo da unha. Na segunda vez, já com a unha preta, usei a lixa da embalagem, mas apesar de mais eficiente, ela gasta muito rápido. Só consegui lixar 4 dedos com ela até ter que voltar a apelar para a lixa comum. ps: você até pode cortar as unhas, mas como eu nunca corto minhas (elas nunca crescem o suficiente pra isso; acabo que sempre uso a lixa), preferi não arriscar.

impress-5 impress-4

Na primeira foto, as unhas ainda sem lixar – viu como elas ficaram muito maiores do que eu precisaria?; na segunda foto, a mão esquerda já está lixada e do tamanho correto, e na mão direita as unhas ainda em tamanho original.

Ainda sobre o problema das unhas de “comprimento curto” ainda serem muito longas para mim, ao final de uma semana, a parte debaixo da unha ficou meio nojentinha. Explico: no tamanho original, que vem na embalagem, o topo da unha impress  já não tem mais adesivo; mas como minha unha é pequena e eu tive que lixar bastante, o topo da unha acabou ficando na parte que já tinha adesivo, e a longo prazo, o visual não ficou muito bonito, não. A foto abaixo eu cliquei no dia que removi as unhas, 7 dias depois da aplicação.

impress-9

Aliás, sobre a remoção, tinha lido em algum lugar que você pode ficar até 15 dias com a unha, mas a recomendação que vêm na própria embalagem é que você não passe de 7 dias com as mesmas unhas. E sendo assim, ao final de 7 dias, lá fui eu tirar as minhas. Abaixo, a foto da aparência da minha unha ao final desse período. De fato, só o dedão é que ficou mais feio. O resto estava bem inteirinho.

impress-8

Ah!! Outro problema que me fez retirar as unhas é que eu tenho a péssima mania de ficar com a mão na boa, passando a unha entre os dentes, apesar de não roer (e talvez isso seja o grande motivo para minhas unhas serem fracas e quebradiças). Então, por melhor que seja a qualidade das unhas imPress – e elas são mesmo muito boas, bem grossas e resistentes -, eu, com minha mania de mão na boca, conseguir deformar a unha do dedo menor. Levantei a ponta todinha!!! Confesso que estou até com vergonha de compartilhar essa foto…que loucura isso, né? Preciso controlar essa ansiedade, gente, até para não estragar as unhas à toa…as de verdade ou as de mentirinha.

impress-7

Por fim, após a remoção, minhas unhas ficaram assim, como mostro na foto abaixo.

No geral, a dica para uma boa remoção é uma só: tenha paciência para não danificar as unhas. Nos dedos em que eu fui mais apressadinha, minha unha sofreu e o topo ficou todo desgastado – conseguem ver isso na foto?? Então, paciência, ok? Coloca sua unha num potinho com acetona e deixa lá um tempinho e vai levantando as bordas da unha aos poucos, conforme você for sentindo que ela já desgrudou.

impress-10

UFA!!!

Post gigante, hein?? Será que as madames vão chegar até aqui com fôlego??? Prometo que agora só restam as considerações finais!!! Aguenta firme aí, madame!

Bem, a embalagem custa R$24,00 e eu já comprei na Drogasil (do Salvador Shopping), mas já vi também na loja maior da Bell Salvador do mesmo shopping, onde, aliás, a variedade de cores e tamanho é muito maior.

No final das contas, eu estou adorando as unhas. Elas custam o valor normal de uma manicure aqui em Salvador, então fico alternando uma semana no salão (quando faço pé&mão normalmente) e na outra semana aplico as unhas. Faço a unha do pé de 15 em 15 dias mesmo, estão está tudo certo.

Minhas unhas são fracas normalmente, então o fato de algumas terem estragado na ponta não me incomodam. De todo modo, vou ser mais paciente da próxima vez para ver se os danos são menores. Por fim, na prática, como eu lixei bastante a unha para ficar de um tamanho usável, eu não tive problema para usar o iphone, ou para teclar no computador ou qualquer outra coisa; a única coisa que não me arrisquei a fazer foi abrir latinha de refrigerante. No mais, vivi tranquilamente e não tive dificuldades de executar nenhuma atividade corriqueira. As unhas aguentaram firme!

Aliás, no exato momento que escrevo esse post, minhas unhas estão assim ó!! Olha só que divo! hihihih

impress-6

E aí, o que me fiz sobre as unhas? Ficou com vontade de usar ou já usou? Então conta pra mim nos comentários!!

 

 

 

Categoria: Beleza
post da Martinha Fonseca

Produto de Madame: Lápis para Olhos, The Colossal Kajal – Maybelline

30 mai 14

Acho que este produto está no mercado brasileiro desde o ano passado; mas como não tem rosto que dê conta para tanta novidade beauté, só recentemente comprei um para mim e comecei a usar. Para variar, comprei na Drogasil aqui do Horto Florestal, e se não me engano custou R$18.

Vamos à resenha?

O The Colossal Kajal é daqueles tipos de lápis retrátil; nunca tive boa experiência com nenhum desse tipo porque sempre achei cremoso demais e com o risco fraco, sabe? Passava mil vezes e só saía uma corzinha de nada que obviamente já ia embora no caminho do meu quarto ao elevador.

Com o kajal é diferente, ele tem a cor bem intensa, pretão mesmo e o risco sai fácil. Vi algumas resenhas pela internet, com algumas meninas reclamando que por ter o nome “Kajal”, elas esperavam um pouco mais do traço ou da cor. Para mim, juro, achei a cor super pigmentada, o traço cremoso porém firme, e fácil de aplicar mesmo na linha d’agua.

Abaixo, fiz uma comparação entre o The Colossal Kajal e o meu lápis queridinho de todos os tempos, o lápis Natura Kajal. Na cor, eles são bem parecidos, percebem? Para mim, a única vantagem do Natura frente ao produto da Maybelline é a facilidade em esfumar. Eu não sou nenhuma craque em esfumar lápis, comecei a me aventurar há pouco tempo. Mas achei que o esfumado do lápis Natura mais fácil, até porque ele é um produto bem mais cremoso que o Kajal. No entanto, a durabilidade do esfumado do lápis da Maybelline é muito maior. No “modo normal”, sem esfumar,  no entanto, deu empate: achei a durabilidade dos dois iguais, ou seja, muito boa! Dura o dia todinho! :)

Por fim, para deixar esse post bem completão, cliquei uma maquiagem com o The Colossal Kajal. Fiz a risca na linha d’agua e também no cílio superior, só que em cima eu esfumei um pouquinho com aquele pincel esponja, sabe? O resultado final é esse aí!

Categoria: Sem categoria