post da Martinha Fonseca

Um novo armário para mim!

Quando roupas antigas ganham uma segunda chance!

16 out 14

Não, calma! Eu não estou falando de um novo blog, de um novo “Armário de Madame”. Fiquem tranquilas, estou amando as coisas do jeito que estão! heheheh O armário a que me refiro é o tradicional mesmo, esse que a gente tem no quarto. De tempos em tempos eu sempre dou uma vasculhada nas coisas que tenho, tiro o que não uso mais (ou o que nunca usei, né? kuen!) para doação, re-organizo a ordem das coisas só para o olho desacostumar de ver tudo no mesmo lugar e acabar só olhando as mesmas coisas, e por fim, separo as peças que estão precisando de ajustes, seja pelo meu corpitcho mais magro (uhu!!!), seja porque o zíper quebrou, a costura rasgou, a barra está grande e por aí vai…

Só que nessa história de colocar roupa na sacola para ajustar e “esperar juntar”, eu juntei um monte de coisa e aí comecei a pensar: “deixa para o mês que vem, tô sem dinheiro agora”. E aí já viu, né, meses e meses daquela sacola olhando para mim, ali, do canto do quarto. Até semana passada quando eu resolvi dar um basta, segurar a compra de novas peças e dar um jeito nas antigas primeiro. Quer dizer, ex antigas, porque agora que está tudo arrumadinho, no lugar e costurado, parece que eu ganhei um armário novo. uhu!

REFORMA

Achei que seria importante ou bacana, pelo menos, compartilhar esse assunto com vocês. A gente perde tanta oportunidade de usar roupas legais com as quais a gente já gastou dinheiro, né? E por pura preguiça elas ficam largadas no canto…estava me sentindo mal com essa situação, e mesmo que depois de uma enrolação báaaaasica, fico feliz que tenha consertado essas peças.

Aí em cima, uma rasteirinha velha que não queria deixar de usar mas que as pedras tinham se soltado, a sandália de salto baixo que também tinha soltado as pérolas (por sorte eu vi na hora, e consegui guardar!) e que a palmilha escorregou para frente, sabe?? Aconteceu a mesma coisa com essa outra sandália nude, que era nova até. Mas aí já dei um jeito logo nas duas!

No quesito roupas, essa blusa nude linda e super feminina que eu só usei uma vez – quando me dei conta de que a alça era grande demais e o decote ficou ultra-mega-super profundo!; o blazer que eu amo e que usei em tantos looks por aqui (quem lembra?), mas que tinha rasgado atrás e, por fim, a calça branca de chamois que tinha a maior barra do universo e que me obrigava a usar sempre saltos enormes!! Ela também estava bem folgadinha depois que levei a sério o #saúdedemadame, e até para evitar que eu saia da linha agora e mantenha o foco de fazer mais uns ajustes no corpitcho, resolvi ajustar na cintura também.

Minha sacolinha de “roupas para consertar” continua me olhando, ali do canto do quarto. Mas agora ela está menos cheia, pelo menos, e eu renovada com “tanta roupa” nova. Ganhei um armário novo, tem coisa mais gostada que isso???

Anima aí também, madame! Aposto que tem sacolinha “roupas para consertar” no seu quarto também, gritando por um pouquinho de atenção!!

>>> não é jabá, mas para quem quiser indicação: eu fiz a reforma das minhas peças com Thaís, da “Serviços do Futuro” que fica no Lucaia (depois da Embasa, entre à direita).

 ps: me empolguei tanto com as roupas novas, que esqueci de colocar mais uma aí na foto! Uma saia lápis de oncinha que tanto amo, também tinha tido problemas com o zíper e estava escoltada há um tempo! Reformei também, uhu!

Categoria: Dica de Madame, Moda
post da Martinha Fonseca

Aula de Auto-Maquiagem & Novidades na MAC!

Conto todos os detalhes nesse post, vem madame!

09 out 14

Hello, madames!

Hora de compartilhar com vocês todos os detalhes sobre novidades da MAC! Na terça-feira recebi um convite da marca para ir até a nova loja do Shopping Barra e participar de uma aula exclusiva de auto-maquiagem. A MAC oferece esse serviço a toda cliente que quiser (custa R$150,00 se não me engano), mas confesso que eu não conhecia – e também, né, é aquela coisa: não é esforço nenhum aprender mais segredos de maquiagem e, de quebra, conferir em primeira mão a nova coleção de batons Matte que chega hoje às lojas brasileiras da marca.

Mas vamos com calma, uma coisa de cada vez!

Primeiro a aula de auto-maquiagem. Fui atendida por Shirley, maquiadora fofa da MAC que me ensinou justamente o que eu estava querendo aprender: um esfumado discreto, que fugisse do preto, que fosse curinga o suficiente para eu conseguir usar durante o dia, caso quisesse, ou durante a noite, se quisesse uma maquiagem para saídas normais, do dia a dia, ficando arrumada mas também sem ficar over. Entenderam? heheheh bem, felizmente a Shirley sim, e me ensinou tudinho.

O bacana da aula é que ela foi fazendo um lado, me explicando tudo timtim por timtim, e eu ia fazendo o outro lado do rosto, tentando colocar em prática todas as dicas que tinha aprendido. Bem bacana, mesmo!! Adorei!

Abaixo, um pouquinho do que foi a aula:

mac-1 mac-2 mac-3 mac-4

Acima, na última foto, já foi a maquiagem final. Mas abaixo eu coloco a ordem certinha de todos o passo a passo:

Começamos fazendo o olho, que foi o foco que eu pedi para a aula. Primeiro foi aplicado o Pro Longwear Paint Pont, na cor Bare Study, que é uma espécie de sombra de longa duração que serve também como um primer para as sombras. Em seguida, aplicamos em toda pálpebra móvel uma sombra marrom-claro, esfumando com um pincel limpo as bordas para não ficar marcado. O terceiro passo foi aplicar uma sombra cor beterraba-uva, cor “Sketch” no canto externo do olho, esfumando com o pincel limpo novamente a borda para não ficar marcado, e já aproveitando para trazer a cor de forma leve para mais para dentro um pouquinho, marcando o côncavo. Na metade interna da pálpebra interna, foi aplicada uma sombra com brilhinhos dourados, a “Retrospeck”.

Em seguida, logo abaixo da sobrancelha, foi aplicada uma sombra branquinha, sem brilho, para marcar o desenho e iluminar a área. Em cima dessa cor, foi aplicada outra sombra, dessa vez com cintilância, chamada “Vanilla”; essa mesma cor  foi aplicada no canto interno do olho. Por fim, foi aplicado um lápis na cor uva (“Bordeauxline”) na linha do cílios inferior, segundo esfumado logo em seguida por um pincel-lápis. Para finalizar, aplicação de rímel e hora de seguir para a pele!

mac-5 mac-6

O resultado final ficou do jeitinho que eu queria! Me senti saindo da cadeira da top maquiadora do salão de Marcos Proença, Nádia Tambasco (não conhece? segue no instagram: @natambasco)! Ela é top, e sempre faz esfumados rhycos que morria de vontade de fazer igual. Na foto acima, eu fiz o lado esquerdo e Shirley, o direito.

Na pele, começamos hidratando, passando o protetor solar e só então o primer. Depois usamos a base líquida da Mac, e para finalizar, duas grandes descobertas de cores lindas: o blush “Love Joy”, que se fosse só olhando a cor eu jamais testaria que dirá compraria. Mas gente, é lindo!!! E a segunda descoberta foi aplicada logo depois: o iluminador Global Glow, que também é incrível e faz um brilho bonito e discreto na pele. Perfeito para o dia a dia!
mac-8

Por fim, hora de conferir os batons. Recentemente, a MAC lançou a linha Retro Matte, inspirada no sucesso do queridinho Ruby Woo. Foram cores como Flat Out Fabulous e All Fired Up, que ficaram tão famosas na rede e aqui mesmo no AM.

Dessa vez, a nova linha é matte sim, porém mais cremosa e de aplicação mais fácil – o que talvez faça mais a cabeça de mais mulheres. Lá, na terça-feira, ainda não tinham chegado toooodas as cores, mas deu para ter um gostinho do que chega hoje no estoque:

capa-mac

Aí em cima, estão as cores: “Damn Glamorous”, que é um vermelho (embora na foto tenha ficado meio alaranjado), Pander Me, um nude com misto de marrom e coral, “Fashion Revival”, que é um roxo com fundo rosado, e por fim, o Styled in Sepia, um nude bem marrom que eu estranhei na primeira olhada, mas cada vez mais ando gostando. Deve ficar lindo especialmente em morenas e negras. Além desses, trouxe para casa também o “heroína” que é um matte cor de uva e que é a única das cores da coleção que já era vendido pela marca.

mac10

E aí, o que acharam? Cores bonitas?

Categoria: Beleza, Dica de Madame
post da Martinha Fonseca

Dica de Madame: músicas para superar o fim do namoro

Nem tudo está perdido, madame!

30 set 14

O fato é: não está fácil para ninguém, e se tem uma dor que doe (hahaha, sorry mas no amor o exagero tem licença poética) é essa de amor. O mundo parece que vai acabar, tudo perde sentido, o chão some, a alegria vai embora, as lágrimas e o drama ficam…e minhanossasenhora, chega o Natal, a Páscoa, o São João e o Natal novamente (!), mas não chega o fim de dessa fossa!! Por isso, e porque eu também já tive meus momentos “corta-pulso” e sei que tudo isso passa, aqui estou eu para ajudar vocês. Segura na minha mão e vem, madame, que nem tudo está perdido. Como dizia minha sábia mamãe, “você não nasceu amando, não vai morrer amando”. Certo?

Então vamos lá, por partes! Porque a verdade é que a fossa não passa de uma hora para outra, e por isso dividi toda essa árdua estrada da recuperação em momentos distintos, assim a gente vai ganhando uma etapa por vez rumo a felicidade (hahaha #AutoAjudaDeMadame). Let’s?

Momento 1: “Estado de Negação”. Ou seja, você ainda está namorando, mas a coisa vai de mal a pior, seja pelas grosserias dele, seja porque a sintonia não existe mais e você até gostaria de continuar junto ou de acreditar que tudo ainda pode melhorar…mas sabe que isso não passa de pura enrolação e auto-engano. Está nessa situação? Então, aperta o play!

Momento 2: é, não tem jeito. Esse namoro vai ter que acabar. Se enganar é prolongar sofrimento e continuar do jeito que está é muita falta de amor próprio. Então vamos lá, coloque tudo na balança,  veja que houve momentos bons, mas não se apague a eles, até porque os momentos ruins foram mais numerosos e mais dolorosos. Então, aceita que chegou ao fim, que nem tudo é para sempre, e termina essa namoro, madame. Sim, pare de dizer coisas para que ele termine, porque homem nunca termina. A vida é sua, quem tem que tomar as decisões é você. Díficil? Com certeza! Até porque essa é a hora que você vai chorar mais que um bezerro desmamado. Mas vai lá, e enfrenta isso!

Momento 3: A Raiva. Sim, dá raiva. Você amou o sujeito, se dedicou, abriu mão de várias coisas, fingiu que não viu o óbvio, renovou suas crenças no ser humano e no final o namoro terminou do mesmo jeito. É bem verdade que terminar não quer dizer que não valeu à pena, mas a verdade é que ainda está cedo para pensar assim. No momento da raiva, a maturidade vai embora, FATO. E quer saber, não tem problema nenhum nisso! É só ouvir as músicas certas, jogar essa raiva para fora, que já já o sossego e a felicidade vêm.


Momento 4: essa é a hora que as amigas são extremamente importantes. Porque depois da coragem, da raiva e de toda adrenalina de “eu fiz a coisa certa, uhu!”, a probabilidade de você entrar no momento oposto e pensar “meodeos, que besteira foi essa que eu fiz?!!?! tô com saudade, quero voltar!” é grande, é enorme! E aí, querida madame, suas amigas serão ainda mais necessárias e vitais à sua sobrevivência. São elas que vão lembrar, mesmo contra sua vontade, que sentir saudade não é a melhor das opções. Ligar para ele e contar isso, então….muito menos! E aí quando você vier com aquele discurso de “ah, eu queria não amar ele”, “queria não pensar nele mas não consigo”, bem, elas farão você conseguir. Aperta o play!

Momento 4: “Fênix”. A-há, eis uma hora importante, eis um momento que deve ser curtido. Você sobreviveu, e depois de tanto sofrimento, não é que você percebeu que existe vida após o ex? Aleluia, madame!! Essa é a hora que você está linda, focada na dieta e na academia como nunca esteve antes, novos paqueras apareceram na área (você nem quer namorar de novo por agora, mas só de ter alguém te lembrando que você é linda é bem bom, né?), seu fim de semana bomba de tanta resenha e seu whatsapp não pára. Certamente você não está 100% feliz, mas está certa de que é apenas uma questão de tempo para a ferida fechar de vez. Então, aproveite! :)

Momento 5: O retorno. Sim, porque basta você dar alguns sinais de felicidade que o infeliz sente o cheiro, e depois de anos te ignorando (inclusive aqueles que você estava do lado dele, lutando pelo namoro sozinha…), ele resolve aparecer, dizer que você é a mulher da vida dele e até o papo “casamento” rola. E aí é fácil cair nessa armadilha, a vaidade de finalmente ver ele correndo atrás é grande, mas seja firme. Normalmente essa é apenas uma reação desesperada de alguém que foi deixado para trás. Então, se permita se deliciar um pouco com esse momento (hahaha :P), mas não se perca muito nisso, tá? Quem perde muito tempo para ficar mostrando isso ou aquilo ao outro normalmente perde tempo de se mostrar verdadeiramente a si mesma. Fica dica, ok? Curta a fase, mas só um pouquinho.

ps: desculpa aê, madames; mas tem hora que só uma música mais “baixaria” resolve. Mas se você não curte, nem tudo está perdido. As duas músicas abaixo são para você! :)

Momento 6: Linha de chegada, você sobreviveu e venceu a fossa! Uhu!! Parabéns, madame!! A essa altura você deve estar se sentindo linda por conta própria, sem precisar que seu ex rasteje por você ou que novos paqueras te digam isso; você vai à academia porque quer se cuidar, você ouve músicas triste e nem liga, ouve músicas felizes e te faz bem. O passado virou passado, sem rancor, sem ódio. Você fica bem em casa numa sexta-feira à noite, da mesma forma que se sente bem saindo num sábado seja para jantar seja para uma balada. Você está solteira, e está feliz! Top, hein?

Categoria: Dica de Madame