Sobre a Madame

Martinha

Me desculpem as outras Martas que existem no mundo (existe alguma?), mas sempre achei “marta” um nome meio impróprio para se dar a alguém. Primeiro porque existe no dicionário, fazendo referência a um tipo de animal da família dos Mustelídeos e ok, eu nem sei quem são esses, mas definitivamente não são quem eu me acostumei a chamar de mamãe e papai.

Em segundo lugar, porque sempre achei “Marta” um nome muito sério, tipicamente dado àquela mulher que não se casou, cuja única companhia são os milhões de gatos que cria dentro de um apartamento. E assim sendo, diante de convincentes explicações, informo que, por aqui, podem me chamar de Martinha, no diminutivo mesmo, que é para ver se eu não tenho nome de animal e se eu caso algum dia na vida. :)

Combinado?

Pois bem. Sou eu, Martinha, a madame responsável pelo Armário de Madame. Tenho 25 anos, sou formada em jornalismo e, apesar de adorar ler e escrever, minha grande paixão é mesmo falar. E, olha, como eu falo!

Aliás, acho que foi por falar tanto que acabei criando o Armário de Madame. Não dava mais para encher apenas os ouvidos da irmã e do namorado com meus palpites de moda. Era preciso expandir meus horizontes e falar mais para mais pessoas. É claro que a evolução existe e eu consegui, com o Armário de Madame, ouvir mais de mais pessoas também. Até porque, por aqui, a idéia é essa mesmo. Conversar e dialogar sobre moda.

Adoro as bolsas da Louis Vuitton e Prada, os sapatos do Christian Louboutin e os vestidos Marchesa. Mas vamos combinar que a gente não tem como comprar tudo isso todo dia.

Pensando nisso, aqui no Armário de Madame o lema é: o que é que isso tudo tem a ver comigo? Como é que aquela tendência de passarela pode virar realidade pra mim? Como eu faço para usar isso? Serve para mim, para o meu tipo de corpo?

Por aqui, dicas, muitas dicas. Afinal, madame que é madame está sempre bem informada, não é?

Martinha Fonseca