post da Martinha Fonseca

Paleta de Sombras da Luisance

"Paleta Essencial"

08 mar 17

A Paleta de sombras da Luisance que ilustra o post de hoje é minha primeira experiência com algum produto da marca. Sempre entrava nas lojas de cosméticos dos shoppings aqui de Salvador e ficava paquerando, tentada a comprar alguma coisa, a testar a alguma coisa… e finalmente tomei coragem!! A combinação de cores da paleta Essencial, confesso, foi um aspecto decisivo para essa primeira compra. Olha só que combinação super curinga!

PALETA-DE-SOMBRAS-LUISANCE-3 PALETA-DE-SOMBRAS-LUISANCE-2

De fato, como o nome sugere, as cores bem essenciais mesmo. Dá para fazer mil côncavos, esfumados e makes básicas mas nem tanto com essas cores. Inclusive, essa tem sido minha grande alegria no dia a dia. Fiquei feliz com essa paleta de sombras da Luisance também porque todos os tons são opacos. Impressão minha ou as marcas nacionais ou baratinhas acabam investindo mais em tons cintilantes? Pode ser algo bem pessoal, mas prefiro os tons opacos mais versáteis no dia a dia.

PALETA-DE-SOMBRAS-LUISANCE-1A

Nessa foto, tentei fazer um swatch, mas 20 mil anos depois do primeiro post sobre make aqui no blog, e eu ainda não sou muito boa nisso – ainda mais quando o braço que fotografa e o braço que aperta o botão da câmera pertencem ao mesmo corpitcho nada elástico! hahaha mas acho que deu para pegar uma noção das cores, não é?

No geral, as cores não são super pigmentadas e, sendo sincera, as segunda e terceira cores ficam bem parecidas na pele. Mas repare: essa paleta custa T-R-E-Z-E REAIS E C-I-N-Q-U-E-N-TA CENTAVOS. Tá ou não está permitido abrir mão um pouco de pigmentação e transferência de cor?

PALETA-DE-SOMBRAS-LUISANCE-5 PALETA-DE-SOMBRAS-LUISANCE-4

Apesar desse ponto fraco (nem tudo é perfeito nessa vida!) eu realmente tenho me divertido em usar essa paleta no meu dia a dia. Acho a maquiagem fofa, fácil de fazer, coloridinha mas ainda assim básica e as combinações são infinitas – as fotos acima são apenas uma das opções.

Talvez seja uma boa opção também para as madames que estão querendo se aventurar em usar maquiagem no dia a dia e ainda não sentem que vale à pena gastar muito em várias sombras ou um paleta mais cara. Apesar da cor sair mais suave na pele, a durabilidade é boa e quando eu preparo a pele dos olhos com corretivo e pó, a sombra dura direitinho o dia todo. Juro!

PALETA-DE-SOMBRAS-LUISANCE-7

Diz aí, madame, legal quando a gente descobre um produtinho baratex e eficiente, né?

*a minha paleta de sombras da Luisance cor Essencial eu comprei na Bel Salvador do Salvador Shopping, ok?

 

 

Categoria: Sem categoria
post da Martinha Fonseca

Sobre compartilhar

LEIAM ATÉ O FINAL!

06 mar 17

Esse fim de semana entrei na loja MAC do Shopping Barra para comprar um presente para uma amiga que fazia aniversário. Como vou nessa loja com frequência e já fiz uma ação da marca por lá, eu conheço e adoro conversar com as vendedoras de lá (inclusive, uma delas descobriu que está grávida novamente e eu fiquei super feliz com a notícia! hahah #soudessas). Daí que a vendedora que estava por lá dessa vez me contou que a irmã dela, certa vez, me mandou mensagem pelo direct do instagram e que ficou toda feliz porque eu respondi. Lá mesmo eu disse o seguinte: “uhu, que legal! eu às vezes demoro, mas respondo sempre! porque no dia que eu parar de responder essas mensagens, o blog perde a graça”.

e sabe, eu realmente penso assim.

às vezes vocês me mandam uma mensagem enorme, cheia de carinho e cuidado e eu até abro na mesma hora, mas quando vejo que é uma resposta que exige carinho e cuidado, e então eu deixo para responder em outra hora, com mais calma. E por isso, às  vezes, eu demoro. Mas eu sempre respondo – e aqui, de antemão, já vou pedindo desculpas se eventualmente alguém ficou sem resposta, tá; pode ter acontecido sim, e eu me desculpo por isso, porque apesar de não ter sido minha intenção, pode ser mesmo uma situação chata.

De todo modo madames, eu fiquei pensando nisso o restante do fim de semana todo – e por isso mesmo esse se tornou um assunto aqui nesse Diário de Madame. Não é por ser blogueira ou não, por ser meu trabalho ou não, mas qual o sentido da vida se a gente não compartilhar as coisas? Seja a alegria, a atenção, o carinho, uma dica bacana, uma sugestão, um achadinho de moda. Das coisas mais essenciais às nossas amadas futilidades do dia a dia, sem interagir, sem compartilhar, sem ter para quem contar algo de legal que aconteceu com a gente, sem ter alguém para agradecer uma dica boa, uma sugestão ou conselho…de que vale à vida?

Em tempos de sucesso das redes sociais, muito se fala de que existe um isolamento no final das contas, um tal de só ficar ali no online e esquecer o offline. E não é que eu não concorde com isso, acho mesmo que vale se policiar para não ficar vivendo demasiadamente e exclusivamente a nossa vida online. Mas que a internet tem um montão de coisa boa, traz um montão de gente boa para perto, e me dá, nos dá esse espacinho de madame aqui e isso é maravilhoso, ah, é sim!

É louco parar para pensar que na imensidão do mundo e da internet, o meu blog, apesar de comparativamente pequeno a esse universo todo de blogs que existe aí fora, já é capaz de ser também o blog da irmã da vendedora da MAC, da leitora que ganha uma injeção de ânimo e auto estima com um conselho que dei aqui, da leitora que já falo tanto por direct que já considero amiga, da ou madame-leitora que achou o vestido da formatura na loja que eu divulgo, na madame-leitora que assiste os vídeos e comenta, ou até daquela leitora que passa aí, ver tudo mas nem comenta ainda (ainda, né, madame? joga essa timidez pra lá que comentários são super importantes! hihihi).

Comecei essa semana com esse sentimento de alegria e gratidão no peito. E só para variar, quis compartilhar com vocês. Obrigada, suas lindas! <3

E AGORA, IMPORTANTE!! LEIAM!!!

 

Para comemorar esse momento lindo, inclusive, vim fazer um convite para vocês: quero inaugurar aqui no blog o “Diário da Leitora”, um espaço para vocês também compartilharem comigo e com as outras madames algum pensamento ou acontecimento da sua vida que lhe trouxe uma reflexão bacana… o que acham?? É só mandar email para mim – martinha@armariodemadame.com – o título “DIÁRIO DE LEITORA”, que eu leio e combino de postar aqui. Se preferirem, eu posso não divulgar o nome da pessoa, tá? Quem mandar é que decide isso! Eu só quero mesmo abrir mais espaço para vocês aparecerem aqui e COMPARTILHAREM comigo um pouco do mundo de vocês também.

O que acham??


e, como sempre, diário só é diário com meus looks do dia a dia, então vem cá, madame!!! olha só!

LOOKSDIARIO

  1. look de carnaval – bloco eva: a meia arrastão eu comprei na A Paulistinha, o short é Dress To (Lollita Lollita) e o tênis Vans (comprei na Califórnia);
  2. look de canaval – camarote VillaMix: assim como no outro look, customizei meu abadá na @mesckla. a saia é da marca Litt, à venda lá na Mesckla também. O sapato é Vizzano.
  3. look para resolver coisas na rua: blusa farm, calça zara, bomber c&a, sapato e bolsa schutz
  4. gravação do chegue mais: blusa farm, colete frufru, calça Oh boy (lollita lolllita), bolsa schutz
  5. almoço com amigas: macacão FIY (lollita lollita), cinzo antigo, jaqueta H&M, colar Pandora, sapato e bolsa schutz
  6. Almoço de domingo: tshirt GAP, calça Oh Boy (Lollita Lollita), colete Frufru, sapato e bolsa Schutz.

:*

 

Categoria: Sem categoria
post da Martinha Fonseca

Resenha de Livro: O Acordo

Livro que devorei em 1 dia

16 fev 17

Vamos dar uma pausa no conteúdo de moda, e aproveitar a quinta-feira para falar de livros? Esse é um tipo de post que vocês pediram que aparecesse mais aqui no blog esse ano, e embora eu não seja uma leitora muito rápida, estou tentando ao máximo compartilhar minhas experiências literárias com vocês! Vamos então falar sobre O Acordo?

livro-o-acordo-resenha-1

Título: O Acordo
Série: Amores Improváveis #1
Autora: Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 360
Ano: 2016
Onde comprei: Saraiva
“Tocante, profundo, engraçado, sexy… ”O Acordo” é um romance que vai te encantar e surpreender a cada página. Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha. Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo”.
livro-o-acordo-resenha-2
Eu não conhecia a autora, tampouco sabia que esse livro faz parte de uma Série. Mas sabe que fiquei feliz com esse encontro? No final do ano eu estava atrás de uma leitura leve, um romance água com açúcar sim, mas que fosse gostoso de ler. E não é que foi justamente isso que encontrei em O Acordo?
Investigando, descobri que esse é um livro que faz parte de uma categoria de livro chamada “New Adult”, ou seja, livros cujos personagens estão saindo da adolescência, entrando no mundo adulto e com isso vivendo conflitos e novas descobertas. Tudo bem que eu ano mais pra “adulto adulto” do que “novo adulto” com meus 28 aninhos, mas eu sigo bem menina na hora de me deixar levar por romances.
livro-o-acordo-resenha-2
Ao contrário do que acontece com 99.9% dos livros que eu leio, esse eu acabei em 1 único dia. Deu até pena quando acabou! heheheh O livro é todo contado pela perspectiva dos personagens principais, Hannah e Garret, alternadamente. Isso acabou reduzindo um pouco a história deles apenas ao momento presente e ao que eles viviam da história, excluindo momentos de outros personagens e até histórias, traumas e vivências anteriores deles dois, que eu gostaria de saber mais.
Hannah é uma menina muito bacana, muito correta e apesar de ser certinha, é longe de ser uma mocinha chata, óbvia e irreal. No entanto, meu lado teen gostou mesmo foi de Garret, muito mais complexo do que se imagina nas primeiras páginas, e com muito mais intrega e presença na história. Gostei de descobri sua história (queria saber mais), suas motivações e sonhos, sabe? Torci pelos dois desde o início, com uma pontinha de torcida a mais por ele, se é que isso é possível.
Eu escolhi esse livro, madame, no fim do ano, quando estava precisando dar um time das coisas do vblog e da minha vida profisional, e não poderia ter acertado mais! Então, se você, madame, estiver atrás de uma leitura leve, rápida para passar o tempo sem precisar se esforçar muito, recomendo super a leitura. Não chega a ser um romance envolvente como os de Sophie Kinsella ou Jojo Moyes e que já falei aqui no blog,  mas ainda assim, uma delícia! Vou procurar saber se os outros livros da série já estão disponíveis, adoraria ler!
Categoria: Sem categoria