post da Martinha Fonseca

Você está precisando se amar mais

#DiárioDeMadame

29 ago 16

Por um tempo, ouvi muito isso de minha mãe: “você está precisando se amar mais“. A verdade é que eu nunca entendia o que ela queria dizer, achava implicância, achava que ela não entendia nada. Parecia tão surreal que eu fosse tão bocó a ponto de não me amar, que eu simplesmente ignorava os conselhos. A verdade é que quando a gente está dentro do problema, enxergar as coisas sob uma ótima diferente é mesmo difícil. Às vezes impossível.

De alguma forma, no entanto, eu consegui dar um basta. Depois de alguns namorados que, nas palavras de minha mãe, “me anulavam”, eu consegui renascer. E hoje parece tão óbvio que eu não me amava que por vezes me pego sem entender quais eram minhas motivações em estar ali basicamente implorando amor. Pedia para receber atenção como uma criança de 2 anos que chora porque não vai ganhar o pirulito antes do almoço.

amor1

E olha, uma coisa que eu aprendi é que amor não se pede. Se você tem que ficar dizendo pro cara que ele está sem tempo para você todo fim de semana, tem algo errado. Não era para ele próprio simplesmente querer administrar o tempo para incluir a rotina de vocês dois na vida dele? Se você tem que ficar dizendo para ele que certo tipo de atitude não combina mais com a relação que vocês tem agora, tem algo errado. Não era para vocês dois estarem no mesmo nível e quererem as mesmas coisas em relação um ao outro?

Não implore amor. Não peça para ele embarcar num sonho que é só seu. Se ame mais.

amor3

A verdade é que é tudo uma bola de neve: sua relação com consigo mesma já não é das melhores,o que faz você se apaixonar pelo primeiro menino que te dá um pouco mais de atenção (ainda que dissimulada). Você, então, começa a sonhar com uma relação que vocês podem ter – mas não tem; com um amor que podem sentir – mas não sentem; com uma história que podem construir – mas que não constroem porque sempre tem um reviravolta, um mole que ele dá, um desencontro que ele não consegue explicar.

E se tudo isso já não fosse frustrante por si só, imagina dar o braço a torcer e dizer “ih, fantasiei”, “ih, ele não é o que esperava”, “ih, não vai dar certo”. E aí, porque nós não temos coragem de sermos sinceras com nós mesmas, porque não nos amamos a ponto de assumir um equívoco (isso parece o fim do mundo), porque somos tão inseguras que assumir um passo errado parece o fim do mundo, a gente simplesmente se apega àquele menino com todas as forças e pensa: “vai ter que dar certo, eu amo ele”.

Entende a bola de neve? Entende por que se amar é tão, tão, tão, importante?

amor2

Quando a gente está bagunçada, a gente atrai gente bagunçada. Portanto, dá um sacode aí, se olha no espelho (de verdade e o da alma), encontre motivos lindos para se amar, se querer bem e parar de se contentar com pouco. Manda embora a bagunça interna, que já já esses homens bagunçados que querem e que não querem, que jogam com dois pesos e duas medidas vão embora também.

<3

 

 

Categoria: Diário de Madame
Comente pelo facebook
15 comentários
  1. Bianca

    Martinha! Amei o texto! Inspirador e cheio de verdades.
    Mas estou sentindo falta dos looks da semana aqui no diário.
    Beijos!

    Responder
    • oi bianca!
      eu estava achando repetitivo. ia até perguntar isso no post.
      mas se fizer falta pra maioria, eu coloco sim. é que como tem snapchat roubando essas fotos do dia a dia, e tambem sempre me pedem para colocar no instagram, eu achava repetitivo aqui…vou pensar sobr eisso! beijo!

      Responder
  2. camila

    Lindo texto!!! Amei a mensagem!!

    Responder
  3. Ananda

    Martalindaaa rs, texto muito bom, precisamos de muito, muito mais amor próprio e pelo próximo tbm, num mundo no qual a vida das pessoas se tornou banalidade do dia a dia com a violência não só física como também verbal, uma violência mutua, uma falta de respeito de verdade. e falar em amor cade Dan,? e Sam tbm sumiu. rs e olhaaa, looks da semana no blog tbm!! Não uso snap Martinha, curto o jeito “antigo” do blog mesmo, rs. bjo. Sucesso, tô sempre aqui!! o/

    Responder
    • madame!!1
      amo quem curte o blog, que é das antigas. hahahah eu amo isso aqui, e podem falar o que for de instagram e snap, mas isso aqui para mim é insubstituível. amo demais! e é mara saber que você ama também.
      voltarei com os looks, pode deixar.
      e ó, o mundo tá doido mesmo. triste de ver! :(
      sobre dango, ele tá sumido mesmo. o trabalho, a rotina nova à distância é bem difícil. falei até em algum outro comentário que quando ele tá aqui, eu amo me desligando da internet pra conseguir aproveitar ele o maximo que puder, sabe? mas ó, tá tudo indo super bem, continuamos juntinhos e felizes – graças a deus! <3

      Responder
  4. Amanda

    Super me identifiquei! (No passado, graças a Deus) Hoje estou liberta, hoje é primeiramente eu!!! Super texto Martinha, parabéns!

    Responder
    • não é??]
      eu também já tive minha fase assim e me libertei. o mais curioso é que quando estamos nos amando pouco e alguém fala que nos falta amor próprio, tendemos a achar que a outra pessoa tá louca. como só conhecemos aquela realidade, é difícil imaginar que exista outra. mas quando a gente se dá a chance de ver que existe algo mais, ah, que delícia que é! <3

      Responder
  5. Aline Amaral

    Que lindo, Martinha! Adorei o texto!!! Realmente, isso é verdade! Beijos!

    Responder
  6. Monalisa

    Martinha excelente reflexão!Cada vez melhor seu blog,sempre passo aqui para me “alimentar” com seus textos.

    Responder
  7. Amei o texto!!! Acho que me vi bem
    Pouco nessa situação mas tenho amigas que passam por isso. Amor próprio é tudo!!!
    E cadê Dan? Sumiu. Dou muita risada com as participações “espontâneas” dele nos vídeos hahahah
    Beijinhos

    Responder
    • hahahah dan tá sumido né? essa rotina de trabalho dele fica mais puxada a cada dia que passa. aí quando ele tá aqui, eu acabo me desligando um pouco. quero só curtir meu boy, sabe? perceba que normalmente no fds eu posto super pouco no instagram ou snapchat. a gente fica vendo tv, abracadinho, curtindo um pouco. aí não tem muito o que postar… hihih beijos!

      Responder
  8. Cintia

    Texto perfeito pra mim nesse exato momento. Devido a essa bagunça interna que preciso revolver urgente, permiti que um cara desse nível se aproximasse, cheio de atenção, carinho…porém fraco, covarde, dissimulado. E quem tomou um chute no traseiro fui eu. Serviu de aprendizado.

    Responder
    • é, a gente não pode ficar se ressentindo pelo que fez ou deixou de fazer. o passado está lá, feito, concluído. mas aprender com ele segue sendo uma opção. não se culpe, não se coloque pra baixo. era o que você podia fazer no momento. agora é bola pra frente, tentar se conhecer, saber porque você estava tão vulnerável, que inseguranças você precisa trabalhar em você pra isso não se repetir, sabe? beijos!

      Responder
Deixe um comentário
* Não será divulgado
Para usar avatar, cadastre-se com seu email em Gravatar.com