post da Martinha Fonseca

Amigas, batata frita e histórias para contar

29 ago 16

Ela nunca me negou um ombro amigo. Tampouco me interrompeu quando via que eu precisava apenas falar, falar, falar – ela sempre esteve ali. Sempre tomou meu partido, sempre entendeu o que eu queria dizer e sempre comemorou minhas alegrias como se fossem dela.

Eu, por outro lado, posso dizer que sempre respeitei a bolha em que ela vive de tempos em tempos e a sua necessidade de ficar sozinha (capricorniana, né?). Sempre me dispus a ouvir o que ela tinha para falar e nunca me neguei em ser amiga por completo, mesmo que isso implicasse um puxão de orelha.

Pandora-26

A verdade é que a gente sempre se deu bem desde o primeiro dia. O encontro pode até ter sido por acaso,  mas a amizade eterna que se construiu depois dali nunca foi. Nós nunca fomos só as namoradas de amigos em comum, tampouco meras conhecidas que se afastaram com o tempo. Nunca nos permitimos ser coadjuvantes de uma história que tinha enredo para ser a principal. Sabe como é quando a sintonia simplesmente acontece?

Por tudo isso, o convite que PANDORA nos fez não poderia ter sido mais maravilhoso: celebrar a nossa amizade do jeito que mais tivesse a nossa cara. O resultado? Bem, vocês conferem no turbilhão de fotos que recheiam esse post. É que se ela não precisa de convite especial para curtir um hamburguer com batata frita, eu, por outro lado, sei que sempre tenho nela a companhia perfeita para jacar sem culpa. “Xu, vamos comer uma batata frita?”. A resposta é sempre sim, um sorriso aberto e zero julgamento.

Pandora-24Pandora-36 Pandora-56

A PANDORA escreve a sua história para que a gente escreva a nossa: com os charms, braceletes, colares e anéis da marca a gente coleciona momentos e histórias pra vida toda. Não é demais? Uma data especial aqui, um presente inesperado acolá e a gente vai guardando memórias.

Uma coleção em especial que gosto muito (já está na minha lista de compras) é a Essence, com charms que celebram a essência de quem somos e amamos: para as fotos, annie e eu montamos uma todinha com os charms que representam palavras que queremos ter por perto nas nossas vidas: alegria, confiança, felicidade, amizade, lealdade, carinho, equilíbrio.

Pandora-72Pandora-39 Pandora-67Pandora-62 Pandora-74Pandora-23 Pandora-34 Pandora-78Pandora-56Pandora-17 Pandora-19Pandora-40 Pandora-68 Pandora-83

Fotos: @mariannacalmon
Local das fotos: Eddie´s Burguer

 

Categoria: Comportamento, Moda
post da Martinha Fonseca

Você está precisando se amar mais

#DiárioDeMadame

29 ago 16

Por um tempo, ouvi muito isso de minha mãe: “você está precisando se amar mais“. A verdade é que eu nunca entendia o que ela queria dizer, achava implicância, achava que ela não entendia nada. Parecia tão surreal que eu fosse tão bocó a ponto de não me amar, que eu simplesmente ignorava os conselhos. A verdade é que quando a gente está dentro do problema, enxergar as coisas sob uma ótima diferente é mesmo difícil. Às vezes impossível.

De alguma forma, no entanto, eu consegui dar um basta. Depois de alguns namorados que, nas palavras de minha mãe, “me anulavam”, eu consegui renascer. E hoje parece tão óbvio que eu não me amava que por vezes me pego sem entender quais eram minhas motivações em estar ali basicamente implorando amor. Pedia para receber atenção como uma criança de 2 anos que chora porque não vai ganhar o pirulito antes do almoço.

amor1

E olha, uma coisa que eu aprendi é que amor não se pede. Se você tem que ficar dizendo pro cara que ele está sem tempo para você todo fim de semana, tem algo errado. Não era para ele próprio simplesmente querer administrar o tempo para incluir a rotina de vocês dois na vida dele? Se você tem que ficar dizendo para ele que certo tipo de atitude não combina mais com a relação que vocês tem agora, tem algo errado. Não era para vocês dois estarem no mesmo nível e quererem as mesmas coisas em relação um ao outro?

Não implore amor. Não peça para ele embarcar num sonho que é só seu. Se ame mais.

amor3

A verdade é que é tudo uma bola de neve: sua relação com consigo mesma já não é das melhores,o que faz você se apaixonar pelo primeiro menino que te dá um pouco mais de atenção (ainda que dissimulada). Você, então, começa a sonhar com uma relação que vocês podem ter – mas não tem; com um amor que podem sentir – mas não sentem; com uma história que podem construir – mas que não constroem porque sempre tem um reviravolta, um mole que ele dá, um desencontro que ele não consegue explicar.

E se tudo isso já não fosse frustrante por si só, imagina dar o braço a torcer e dizer “ih, fantasiei”, “ih, ele não é o que esperava”, “ih, não vai dar certo”. E aí, porque nós não temos coragem de sermos sinceras com nós mesmas, porque não nos amamos a ponto de assumir um equívoco (isso parece o fim do mundo), porque somos tão inseguras que assumir um passo errado parece o fim do mundo, a gente simplesmente se apega àquele menino com todas as forças e pensa: “vai ter que dar certo, eu amo ele”.

Entende a bola de neve? Entende por que se amar é tão, tão, tão, importante?

amor2

Quando a gente está bagunçada, a gente atrai gente bagunçada. Portanto, dá um sacode aí, se olha no espelho (de verdade e o da alma), encontre motivos lindos para se amar, se querer bem e parar de se contentar com pouco. Manda embora a bagunça interna, que já já esses homens bagunçados que querem e que não querem, que jogam com dois pesos e duas medidas vão embora também.

<3

 

 

Categoria: Diário de Madame