post da Martinha Fonseca

Diário de Madame

um convite ao blog

23 nov 15

Eu sei, a vida é uma correria. Ou às vezes a gente (eu incluída, claro) só se acostumou a dizer que é, mesmo quando não é. Ou, uma terceira opção (a minha preferida delas): a vida é tão correria, e isso é tão uma constante, que a gente não deveria perder tempo usando isso como desculpa para todo tipo de atalho na vida e vivência superficial que a gente tenha por aí.

Veja bem, esse tipo de “atalho” a que me refiro pode ser legal – o problema é quando, por desculpa de que “a vida é uma correria”, a gente vive apenas no atalho. Vamos lá exatamente a que tipo de situação me refiro:

Há um tempo venho vendo redes sociais como instagram e snapchat crescendo e ganhando espaço. E isso é, em partes, uma delícia. Lá no começo do blog, eu só tinha esse espaço aqui para me comunicar com vocês: o que gerava toda uma seleção natural de assuntos, e nem tudo eu conseguia compartilhar, claro. Por isso mesmo, com redes sociais em destaque, eu, assim com outras blogueiras, conseguiram mostrar outros momentos do seu dia a dia, aproximando-se mais das leitoras. E isso é mesmo algo muito bom!

Por outro lado, a gente foi se acostumando a ver uma única foto com uma legenda pequena, e no costume de fazer isso todos os dias, por diversas vezes, a gente pegou o atalho de achar que aquilo ali é tudo, que aquele pequeno compartilhamento da realidade resume todas as nossas vidas e tudo o que a gente tem para falar.

Mas sabe que não é bem assim?

Estou aqui abrindo meu coração, madames, fazendo o que mais gosto de fazer às segundas-feiras, usando o espaço do Diário de Madame para compartilhar um sentimento que vem me cercando há semanas: por que a gente se contenta com tão pouco? Porque sempre queremos o mais fácil, o mais prático, o mais rápido?

Será que a gente precisa ser, em todos os momentos, essa geração que não gosta de ler, que acha que tudo é perder tempo e a geração do quanto mais fácil, melhor?

Será?

Redes sociais, por melhores que sejam (e elas são mesmo muito boas!), vão e vem. Já foi mIRC quando comecei a usar a internet, Orkut logo depois, Facebook, InstagramSnapchatPeriscope e por aí vai. Mas já reparou que com o blog não é assim? O blog, ao contrário das ondas de vai e vem das redes sociais, permanece. Às vezes mais com um assunto, às vezes focando em outro. Às vezes mais prolixo, às vezes mais curtinho. Mas sempre blog. Entende o que quero dizer?

Me divirto com os videos de 10 segundos do snap (e confesso que estou sempre morrendo de medo de falar demais ou de menos! esse equilíbrio é tão difícil!), me esforço para mostrar fotos bonitas no instagram, mas é aqui, no blog, no www.armariodemadame.com, que eu me realizo de verdade. É aqui que dedico 100% da minha energia, que com um pouquinho mais de espaço, consigo mostrar, dia após dia, quem eu sou de verdade. É aqui que consigo bater papo. É aqui, antes de mais nada, que o assunto começa, que a conversa surge, e que as postagens nas redes sociais nascem. Sem o blog eu não sou ninguém.

E é por isso que, apesar de entender e até fazer parte da turma que adora uma rede social, me dá um tantão de alegria quando vejo alguém se dando ao trabalho de sair de lá, do instagram, do snapchat, do facebook e até do twitter, e vir até aqui. Meu sorriso bem grande e meu abraço bem aperto para e em vocês, madames.

Sem sua visita diária aqui no blog, o armário de madame seria apenas um atalho, apenas uma foto com legenda pequena, e não esse espaço aqui, todo nosso, todo completo de carinho, todo cheio de entusiasmo, dia após dia.

A vida é sim uma correria, é sim cheia de coisa, é sim cheia de “xi, não vai dar tempo” ou “nossa, hoje eu tô cansada, viu?”. Mas não vamos deixar isso consumir a gente, não. Não vamos deixar a tal correria atrapalhar nossos pequenos momentos de prazer. Não vamos deixar tudo virar um grande atalho daquilo que de fato a gente deveria experimentar e vivenciar.

O que acham?

—-

Hello, madames!

Coração devidamente aberto, idéias devidamente compartilhadas aí em cima, olha eu aqui para trazer os highlights da semana. Estou no maior sufoco porque achava que meu computador conseguiria chegar até o final do ano, quando pretendia aproveitar o natal/reveillon e os primeiros dias de janeiro para descansar e também para colocar o meu velho amigo de guerra na assistência técnica. Aparentemente, no entanto, meu querido e amado computador, morreu mesmo. E eu, obviamente, estou no maior sufoco. Tentei adiantar alguns posts, mas realmente não sei como as coisas vão andar durante a semana. Oremos! :)

Sem me antecipar ao problema, no entanto, vamos curtir o que teve de bom na semana que passou?

diario1

Look 1, almoço na terça-feira: Blusa Farm, Cinto c&a, Colar Socorro Nascimento, Saia Zara, Bolsa Schutz, Sandália Luiza Barcelos
Look 2, compromissos de trabalho: blusa Boah, Quimono Dress’s, Saia Dafiti, Rasteira Arezzo
Look 3, aniversário da Mesclka: look mesckla, né? :)
Look 4, almoço Natura: Quimono e short Zara, blusa branca sem marca, sandália Luiza Barcelos

diario2

Look 5, sexta-feira à noite: Calça e Quimono Zara, Regata Richard’s, Sandália Schutz, Bolsa Arezzo
Look 6, almoço de domingo: tshirt e short zara, rasteira arezzo, bolsa Kschutz
Look 7, domingo à tarde: macaquinho Tuilla Requião, rasteira Arezzo, Bolsa Dafiti, Óculos Urban Outfitters

diario-5

Essa semana compartilhei no instagram que tinha comprado uma nova pulseira da Pandora: sempre sonhei em ter duas cheias, e já que já enchi a primeira, resolvi começar a segunda. Foi ótimo que o primeiro charm, que inaugurou a segunda pulseira, foi esse coração que comprei em homenagem a minha mãe. Hoje ela faria 54 anos, e a saudade hoje e nos próximos dias estará intensas. Saudades dela! <3

diario-7

Na terça-feira, fui com a família do boy (pai e irmão aí na foto), e também com SamSam (estavam com saudades dele?? olha como ele tá enorme!) ver o jogo Brasil X Peru. Fomos pé quente, 3×0! Acabei dormindo super tarde nesse dia, mas o cansaço valeu à pena. Foi divertido!

diario-6

Outro momento legal da semana foi o Crossfit. Esse fim de ano é bem frenético nos compromissos, e nem sempre consigo manter a regularidade. Feliz que, dentro do possível, eu fui 4 dias essa semana. O ideal eram 6 (ainda mais porque estou na maior comilança!), mas se só dá 4x, vai 4 mesmo! Na foto, duas das colegas da turma de 6am! yeah!

diario-3

Olha só que bonitinhas! hihihih essa foto fizemos, Rafa Meccia, Carol Lisboa e eu,  na Store Studio, nova loja que abriu no Shopping Paseo. É loja (com produtos da natura, avon, granado, e outras tantas marcas), e estúdio fotográfico também. Diferente, né? Dei uma passadinha lá na sexta-feira, antes de sair com amigos para jantar.

diario-4

êeee, olha aí a foto que roubei lá do instagram: quem viu o #DicaDeMadame de ontem, grita eu!! Para quem gosta – ou quer gostar – de misturar estampas, eis o vídeo perfeito! Além daquele formato mais tradicional de videos, no #DicaDeMadame quero fazer videos assim, com música e looks lindos para inspirar vocês. Quem não viu ainda, corre para ver! ok?

:* e boa semana para gente, madames!!

 

Categoria: Diário de Madame
Comente pelo facebook
10 comentários
  1. Carol

    Martinha, você é muito fofa! E sempre arrasando nas reflexões, adoro <3
    Simmmmm, Sam Sam está enorme!!! Chocada!
    Amo essa saia jeans com botões da Dafiti. Só fico com receio de comprar sem experimentar :( você acha que vale a pena e que ela veste bem?
    Beijinhos

    Responder
    • oi carol!
      eu amo essa saia da dafiti. ela ~e bem curtinha, e bem sequinha. vale à pena levar isso em consideração. mas eu adoro a minha, e comprei M mesmo, que é meu tamanho normal.
      beijos!!

      Responder
  2. Alana

    Martinha, gostei bastante do texto do diário de hoje! É um dos meus posts favoritos do AM, você sempre traz uma mensagem que de algum modo faz com que a gente se identifique. Engraçado que no fim de semana eu estava conversando com meu boy sobre isso, como sempre queremos o mais fácil e mais cômodo. O trabalho tem que ser mais fácil, sem grandes esforços e dificuldades; as conquistas tem que vir do dia para a noite. Tolinhos que somos ><
    Eu imagino a dedicação que você tem com o blog – como te disse no pós evento, fiquei ainda mais fã do seu trabalho com suas colocações na palestra- e tenho certeza que várias madames reconhecem isso. Continua esse trabalho lindo, estaremos sempre te visitando e comentando!
    Ps: Achei sua sandália meia pata marrom super bapho, ia até perguntar de onde era, mas você já colocou ai haha. Luiza Barcelos arrasa mesmo <3
    Adorei o formato do vídeo #DicasDeMadame dessa semana \o\
    Beeijaaao e ótima semana, madame!

    Responder
    • êeee! Adorei te ver novamente, alana! adorei participar do evento, por mim eu ficaria um dia todinho falando lá pelo cotovelos, e aprendendo também com os outros convidados. foi massa! fora que deu pra gente conversar um pouquinho né?
      Sobre o diário, que sintonia você ter comentado com seu boy sobre o mesmo tema! e serve para tudo sabe? eu falei aí no texto dessa mania das pessoas de só seguirem os blogs pelo instagra,m “porque é mais fácil” ou “porque não dá tempo de ver mais que isso’, quando a gente sabe que se a gente quiser, sempre dá tempo! serve para tudo na vida: a lei do menor esforço pode ser um desastre!! \
      feliz que você curtiu o formato do #DicaDeMadame dessa semana! beijos!

      Responder
  3. Ananda

    Martinha,tô sempre por aqui, acompanho bastante :), suas reflexões são ótimas, as vezes só acho a letra muito pequena pra um texto um pouco mais longo, fica meio cansativo :/ o formato do video ficou realmente super bacana, super me identifico com seu estilo, adooorei seu look do jogo tbm, a blusa jeans né? de onde é? e seu cunha tbm :x hahaha abafa. Martinha, que tem achado do seu corpo depois de começar a fazer o crossfit, demora p ver resultados? a preguiça p malhar é tão grande rs, depois dá umas dicas de como voce tem energia, se toma algo p ajudar e tals. um beijo. sucesso :*

    Responder
    • hmmm, vou observar isso da letra, ananda! obrigada por dar a dica!
      a blusa é jeans sim, da zara. comprei na nova coleção, mas ja tem um tempinho, foi logo no início.
      ahahaha adorei seu comentário sobre meu cunhado.
      eu senti diferença com uns 3 meses, mas também tiveram duas mudanças simultaneas: eu comecei a dieta séria, e comecei a fazer o crossfit 6x por semana. no início, até para conseguir me adaptar direitinho, eu fazia 3x por semana . depois que melhorei meu condicionamento é que comecei a ir todos os dias. e aí a partir daí que vi resultados.
      bem eu sou suspeita para falar de crossfit, porque é realmente algo que amo. mas tenta vencer essa preguiça, e fazer algo bacana por você. cuidar da gente faz tão bem pra auto estima, que acaba que todo o resto na vida ficar melhor também! beijos!

      Responder
  4. Lívia

    Verdade Martinha. As pessoas vão se acomodando a ler menos, a ir pelo mais fácil e rápido, o que é bem chato porque não lendo o conteúdo, interagem menos e a troca é fundamental para o blog!
    Eu estou com menos tempo, mas sempre que venho aqui, coloco em dia a leitura dos posts. Não gosto de deixar passar nenhum! Rsrs
    Feliz com seu sucesso e do blog, feliz com suas viagens e eventos!
    Na torcida por nossa blogueira de Salvador!
    Beijos

    Responder
    • é, a correria existe! fato! mas a gente não pode usar ela como justificativa para tudo na vida, né? não só no blog, mas ler, prestar atenção, focar é fundamental em tudo na vida!
      beijos e obrigada pelo carinho de sempre!

      Responder
  5. Bianca

    Oi, querida conterrânea linda!

    Tudo bem? Leio o blog há um tempo, nunca comentei… Mas, dessa vez você falou da sua mãe, o que houve com ela? Sei que é algo pessoal, não quero ser intrusa, fiquei preocupada. Foi recente?!?! Deus te abençoe!

    Responder
    • oi bianca!
      tudo bem sim, madame de salvador, adoro!! <3
      foi, eu comentei dela. perdi minha mãe há 6 anos, de câncer no útero. eu naõ tenho problemas de falar sobre o assunto, comentei até um pouco em um video recente do blog com perguntas das leitoras. falar sempr eme ajudou muito a aceitar a ausência dela. gosto, sabe? parece que ela permanece viva sempre que lembro dela, conto uma história, comento algum ensinamento. fora que aqui no blog eu fico feliz de comentar, porque sei que essa doença segue fazendo vítimas e mesmo para quem sobrevive, a luta é grande. então, no que eu puder levar um pouco de ânimo, estarei sempre feliz em fazer! <3

      Responder
Deixe um comentário
* Não será divulgado
Para usar avatar, cadastre-se com seu email em Gravatar.com