post da Martinha Fonseca

D for Danger

batom poderoso da MAC

05 nov 15

Talvez quem me segue há pouco tempo ache que batons vermelhos, vinhos e escuros de uma forma geral são e sempre foram algo super normal por aqui. Uma marca registrada. Algo que sempre amei. Mas não é bem assim (e que é leitora há mais tempo sabe).

d-for-danger-1

Já tive muita neura com batom de cor escura; na verdade, com batom de qualquer cor porque achava minha boca grande mais. A questão é que quando a gente quer achar problema, a gente acha até onde não tem. Por que quem foi que disse que existe isso de boca grande demais ou pequena demais para um certo tipo de batom?

Graça a Nossa Senhora da Auto-estima que mandei essas besteiras para longe, e tratei de experimentar novas cores de batons. Minha vida ficou mais colorida desde o primeiro Ruby Woo, e bem mais poderosa desde que comecei a usar batons escuros.

Um dos mais recentes que tenho aqui é o “D for Danger”, da Mac, que não sei exatamente porque não tinha feito post sobre ele ainda. Engraçado que enquanto eu fazia as fotos ainda pensei: “ué, será mesmo que nunca falei dele no blog? será que estou preparando post repetido?”. Corri, fiz uma busca aqui no arquivo do blog e bem, era verdade: apesar de não saber o motivo de ainda não ter falado dessa maravilha por aqui, essa será a primeira aparição oficial do D for Danger – porque extra oficialmente, ele já apareceu em videos e posts no instagram. ;)

d-for-danger-2

O legal do D for Danger é que ele é um matte clássico da MAC. Ou seja, seco o suficiente para ser matte e durar direitinho, e cremoso o suficiente para não ser complicado de aplicar (como é o caso dos batons “retro matte”, bem mais secos e menos cremosos).

Na bala do batom, ele é um tom de vinho escuro com fundo rosado bem lindo. Na minha boca originalmente marrom – olha só! – ele ficou bem próximo dessa cor também. Talvez por isso eu ame tanto batons escuros; porque na minha boca escura eles ficam a mesma cor que prometem, e não totalmente diferente como os batons claros.

d-for-danger-3

Eu até cheguei em casa, no dia que comprei, me perguntando se não havia comprado um batom parecido demais com outros que já tinha – abaixo, o compartivo entre o D for Danger, o Rebel e o Fashion Revival, todos da MAC. Mas na vida uma coisa é certa: os pequenos detalhes fazem toda diferença, e eu confesso que depois de uns minutos de suspense (ninguém merece gastar dinheiro à toa!) me divirto em achar o tom ideal de batom vinho-rosado para cada ocasião do meu dia.

d-for-danger-4

Na esquerda para direita: o D for Danger, um vinho rosado mais aberto; o Fashion Revival bem no meio, e sendo o mais dramático e escuro de todos; e por fim, na direita, o Rebel, com uma pegada de roxo linda. <3

 

Categoria: Beleza