post da Martinha Fonseca

Diário de Madame

A sabedoria está em saber que vai passar

26 out 15

Dia desses estava passeando pelo facebook (sim, eu ainda uso – e amo, tá?) e apareceu uma foto antiga. Era o próprio Facebook me lembrando de algo que aconteceu há 3 anos atrás, naquela mesma data de outubro. Na hora me deu um estalo: “gente, nesse dia eu passei um constrangimento…“. Cheguei a sentir o mesmo frio na espinha que senti aquele dia. Não foi um dia legal, não foi uma situação engraçada. Foi difícil mesmo, triste, sofrido. Desses dias que te marcam para sempre…

Mas aí você veja como tudo é questão de tempo, mesmo. De perto todo sofrimento é insuportável. De longe, aprendizado. E por mais difícil que seja perceber isso no primeiro momento, depois que você passa uma vez, você vê que essas dificuldades da vida não é nenhum bicho de sete cabeças. Dói. Traz agonia. Machuca. Constrange. Desespera.

Mas passa.

Uma hora passa.

É assim quando você termina o namoro pela primeira vez e só falta parar de respirar de tanta dor. Aí vem o segundo namorado, que você ama tanto ou mais que o primeiro amor (afinal, o amor atual é sempre o mais importante), e quando o namoro acaba, ok, você sofre. Ok, você chora. Ok, você fica na fossa. Mas não é mais tão desesperador quanto da primeira vez. Você sabe: dói, mas passa.

E foi isso que aquela foto, aquela fatídica foto, me lembrou. Me deu frio na espinha de lembrar a dor, mas me deu um sopro de força e energia para lembrar que batalhas sempre existirão nessa vida. Só que a recuperação, o andar para frente, o seguir adiante, o ser mais forte que isso também.

A sabedoria estar em saber que, nesse vida, tudo passa. E, como diria Lulu Santos, tudo sempre passará. <3

Semana delícia essa que passou, viu? Correria pura só para me lembrar que já estamos no período mais intenso do ano: o três últimos meses! Outubronovembrodezembro deveria ser estudado pela ciência. Sério. São os três meses mais loucos, mais insanos, mais cheios de eventos, mais cheios de compromissos, mais deliciosos, mais cansativos, mais mais de todo o ano. Como pode?

Eu, que ando trabalhando no fim de semana como nunca, ando sentindo o ritmo apertar. E onde, quando e como posso aproveito os períodos de descanso como ninguém. Tenho até postado bem pouco no instagram no fim de semana (repararam?) justamente porque tenho ficado muito em casa, recuperando as energias. Sabe como é?

Mesmo assim – calma, não se desesperem – têm os highlights da semana para compartilhar com vocês. Primeiro, os looks!

diario-1

  1. Lançamento do Globo de Ouro do Axé, do Canal Viva, aqui em Salvador: Look Zara, Brincos Mesckla, Sandália e Clutch Schutz
  2. Look de terça-feira: Blusa Zara, saia Boah, Tênis New Balance, Colar Melina Melinda
  3. Look viagem: Blusa Dafiti, Cardigan C&A, Calça Zara, Sapatilha Capodarte.
  4. Look sábado de noite: Tshirt Dafiti, Saia LOL Shop, Rasteira Luiza Barcelos, Bolsa Schutz, Lenço Scarf Me.

diario-2

Essa semana fui no salão Brigitte (Shopping Cidade) fazer pela primeira vez o corte bordado, com essa pessoa simpática aí, Yolanda Mamede. Esse é um corte feito com uma maquininha especial, que tira as pontas duplas do cabelo (dando mais saúde ao fio) sem mexer no comprimento. Ou seja: o sonho de toda mulher. Não sabia que existia já aqui em Salvador quem fizesse, e fiquei feliz de testar. Amei mandar as pontas estragadas para longe e manter o cabelo nesse tamanho aí, que tenho amado.

Mostrei todo o passo a passo no snapchat (@martinhafonseca), mas achei que valia o registro aqui também. quem quiser saber mais, olha o instagram @yolamamede, ok? :)

diario-3

Olha eu aí maquiadinha, pronta para o evento em Feira de Santana que fui na quinta-feira. Várias marcas se reuniram para uma tarde incrível, e eu fui lá acompanhar tudo de perto. Essa é a mesma maquiagem que usei no dia do evento da Melinda Melinda; e que vocês pediram tutorial! Farei no canal do youtube em breve, ok? :) diario-4

Aí em cima, parte do muheril reunido lá na loja Divino Luxo, em Feira. Adorei ter ido, conhecido tanta gente bacana! Conversei a tarde toooooda! :)

diario-5

Na sexta-feira, acordei cedo para passar na Riachuelo e conferir a coleção de Lethicia Bronstein. Valeu à pena. Os vestido estavam bonitos, e apesar de caros para uma fast fashion, é preciso considerar que um vestido original e exclusivo da designer custa algo em torno de 10x mais do que R$389,90. Vi muita gente falando que não compraria por esse preço jamais, e eu acho que cada uma decide o que é caro ou não para o seu próprio bolso. Mas acho também que não custa nada avaliar melhor todo o contexto antes de sair falando mal. Desculpa o desabafo, madames, não é nada super sério, não. Mas achei que valia à pena contextualizar o preço, sabe?

Eu não comprei nada porqu pouco uso vestido curto assim. Quando tenho casamento, vou de longos. Não servia para mim, não valia à pena gastar esse dinheiro agora, mas em nenhum momento precisei falar que “affff, que caro”, sabe?

entendem o que quero dizer? concordam? (ou discordam?). Vamos conversar sobre isso! ;)
diario-6

Por fim, para encerrar o Diário de Madame de hoje, fotinha no sábado à noite de reunião com amigos, que foi uma delícia. Eu não pude entrar no roda do vinho (kuen! estava de motorista de sam que tinha ido para uns 15 anos. Sim, q-u-i-n-z-e a-n-o-s! pasmem!), mas foi divertido demais. adorei! :)
diario-7

No domingo à noite, fui me render ao meu lado amante de hamburguers, e passei na MUU. Olha que fofo a equipe do restraunte ter me reconhecido e identificado como “hamburguer de madame” o meu pedido. Achei fofo! Ando me divertindo com o crescimento do blog, e esse reconhecimento pelas ruas. Bom demais! :)

diario-8

Para encerrar, meu momento preferido da semana. No sábado gravei mais vídeos para o #DicadeMadame que estreou ontem por aqui! uhu!! fiquei feliz!! De colocar o formato novo no ar, de falar de algo que eu estava devendo a vocês há um tempo (a matemática do guardarroupa!) e ver o retorno de vocês. obrigada a quem assistiu e comentou!! obrigada, obrigada!! agora poderemos falar de moda com calma, aqui no blog, em posts cheios de fotos e textos, mas também falaremos de moda de forma mais leve, objetiva e direta nesses vídeos mais curtos que entram no ar aos domingos. uhu!!

 

Categoria: Diário de Madame
Comente pelo facebook
18 comentários
  1. Alana

    Adoro as reflexões! Fico atualizando mil vezes o celular para ver se o diário de madame já está no ar <'
    ps: O Hamburguer da Madame já está no cardápio? kkkkkkk Que sucesso, hein? A madame está cada vez mais famosa *o*

    ótima semana, Martinha.
    Beeijo

    Responder
    • êee! as vezes o diário entra mais tarde, por conta da correria que chega cedo na segunda, mas pode ter certeza que faço de tudo para ele entrar aqui o quanto antes!!
      o hambuguer batizado assim como “de madame” foi cortesia da casa. fofura né?
      beijos!

      Responder
  2. Dami

    Olá Martinha! Eu também adoro as reflexões das segundas-feiras. Isso que você falou é fato mesmo, mas eu sou daquelas que sofre todas as vezes (quase) como se fosse a primeira. Preciso melhorar né? kkkkkkk
    Quanto ao valor dos vestidos, não é que eu não dê 400 reais em um vestido, mas é que eu não os achei tão bonitos e diferentes assim, mesmo a estilista sendo top. Acho que os modelos exclusivos dela são muito mais bonitos e trabalhados do que os dessa coleção para a Riachuelo e penso que era para ser assim mesmo, porque a produção é muito grande. Já a coleção de Adriana Barra para CeA eu adorei, e acho que algumas peças talvez valham o preço porque são realmente diferentes, os tecidos são bons e as estampas estão maravilhosas. Questão de gosto mesmo… Cada um define para si o que compõe o preço de uma roupa, como você bem disse. Nesse caso, o que eu penso é que só pelo fato de ser de Lethicia Bronstein, não justifica ser mais caro ou mais barato.
    Beijos!

    Responder
    • oi dami!
      é, talvez esteja precisa melhorar. hehehe tenta, vai te fazer bem! :)
      eu entendo, dami. e aqui, é claro, a gente tem mais espaço e mis facilidade (até pelo teclado do computador) para expressar melhor a opinião. e aí fica mais fácil de se fazer entendido. mas é que “aff, que caro” apenas me parece tão rude e tão sem contexto. mas eu entendo e até penso como vcê, tanto que eu não comprei nenhum. mas não caber no meu orçamento, ou não combinar com meus interesses, não quer dizer que eu desvalorize a peça.
      assim como você falou. expressou sua opinião e só.
      bom quando é assim, né? :*

      Responder
  3. Nil

    Gostaria de alertá-la de que a expressão “valer a pena” não tem crase ;)

    Responder
  4. Carol

    Martiha!! Vc está puro sucesso, que legal!! Ja tô te vendo dando entrevistas na globo kkkkkkkkkkkk mas vc merece, seu trabalho é diferenciado! Adoro o fato de vc sempre abordar conteudos acessiveis

    Responder
    • hahaha eu achei divertido esse momento ai! eu realmebte tenho sentido o crescimento do blog, mais reconhecimento por tanta dedicação é uma delícia! <3

      Responder
  5. Carol

    Amei a reflexão desse post, super verdade e algo que vale a pena ser pensado!
    Falando sobre os preços da Le Bronstein, tive aquele momento de choque inicial mas depois parando pra analisar, não é tão caro comparado ao que a estilista faz em modelos exclusivos e é uma opção para quem procura algo do tipo e de qualidade. Pra mim só houve um problema: por ser de loja de departamento, se eu comprasse certamente me depararia com algumas pessoas usando a mesma coisa.. Essa ideia nao me agrada kkkk
    O sobre o MUU, nem comento! Sensacional!!! Bateu ate aquela vontade de ir la hehehe

    Responder
    • é, carol. justamente esse “veja bem, analise o contexto e verá que nem é tão caro” que eu quis falar no texto. legal saber que você concorda. porque isso não tem nada a ver com poder ou não comprar um. é apenas perceber o contexto da coisa toda.
      beijos1!!

      Responder
  6. Millena

    Que maravilha esse texto!!! Sou baiana do interior mas há quase 6 anos estou morando em Pernambuco, venho aqui todos os dias matar a saudade da nossa queria Bahia e desse sotaque gostoso e de quebra ainda aprendo muito de moda e da vida também! Há tempo eu acompanho o blog, mas acredita que só tive coragem de começar a comentar agora?! Boba que fui…
    Admiro muito seu trabalho! Sucesso sempre!

    Responder
  7. Marcia

    Madame! Tudo bem?
    Me diz uma coisa, como chama esse modelo de saia do look 4?
    Serve pras baixinhas tb?
    Bjos

    Responder
    • oi marcia!
      tudo serve para baixinhas ou altinhas, é só querer. :)
      você tem que se olhar no espelho e se sentir bem, apesar das regras. isso de “isso favorece” é para ajudar, não para aprisionar.
      de todo modo, se quiser saber, a título de informação, ajuda sim. a pernoca de fora alonga que é uma maravilha! :)

      Responder
  8. Cleres B. Duran

    Olá Madame! Por um acaso encontrei seu site, e ameiiii. Você é muito linda e fofa.
    Essa reflexão me chamou atenção, a pouco passei por algo assim: doloroso, sofrido, cruel, enfim, tudo passa….graças a Deus!
    Seus looks são maravilhosos, me identifiquei bastante.
    Agora só viciada no seu blog…kkkk

    Ótima semana, Cleres Duran

    Responder
    • graças a Deus, mesmo!! feliz quem sabe deixar o sofrimento passar, aprende com ele mas não se prende à ele. :)
      que bom saber que curte o AM, viu? fico feliz!! beijos!

      Responder
  9. Lara

    Adoro suas reflexoes! E amei esse diário de madame, completinho hihihi
    beijo grande!

    Responder
Deixe um comentário
* Não será divulgado
Para usar avatar, cadastre-se com seu email em Gravatar.com