post da Martinha Fonseca

Diário de Madame: Motivational Monday

Para que você precisa de motivação nessa segunda-feira?

09 mar 15

Dá um friozinho na barriga começar a segunda-feira. O novo sempre gera um instante de “ai, será que vai dar certo?“, e correr atrás para que os projetos saiam do papel é algo que sempre começa inseguro, tímido, com dúvidas e cheio de incertezas. A gente até sabe, na teoria, que é preciso enfrentar esse primeiro instante se o objetivo é, lá na frente, olhar para trás e ter orgulho do caminho percorrido e dos resultados alcançados. Mas com frequência o medo toma conta e a gente se perde dos nossos sonhos antes mesmo de tentar. É ou não é?

Esse fim de semana comemoramos aqui em casa, entre família e amigos, o aniversários de meu pai (que na verdade é hoje. Yey!). Ele sempre foi bom com as palavras, e nesse aniversário de 57 anos ele voltou a fazer algo que eu sempre gostei nele e que há alguns aniversários ele tinha deixado de fazer: falar algumas palavrinhas para os convidados antes do parabéns. <3

motivational-monday-4

Entre tantas coisas interessantes, um tópico em especial ficou na minha cabeça. Meu pai ou, como costumo chamá-lo, Dad, citou o pintor Van Gogh, numa frase que, sério, a gente deveria levar para a vida e que tem tudo a ver com esse climinha de “motivational monday” do Diário de Madame de hoje: “Se você perdeu dinheiro, perdeu pouco. Se perdeu a honra, perdeu muito. Se perdeu a coragem, perdeu tudo“.

Meu pai sempre foi/é um exemplo de perseverança e inteligência para mim: desde cedo me dei conta que ter saído da roça, de onde ele passava fome e chegar onde ele está, recomeçando tantas vezes, correndo atrás tantas vezes, se superando tantas vezes…nossa, é mesmo inspirador. Lembro que uma vez, na escola, quando a gente tinha que contar algo sobre nossos pais, minha voz ficou presa em um nó imenso na garganta, motivado por orgulho tão, tão, tão grande não deixava a história que tinha para contar sair. Quase me desfiz em lágrimas em frente de toda a sala…

Ele diz que esse meu lado empreendedor eu puxei dele – e acho que ele nem sabe o tanto que isso me deixa cheia de mim, orgulhosa de coisas que eu nem fiz ainda. Se eu puder mesmo ser parecida com ele, ah, que orgulho eu terei da minha trajetória!

motivational-monday-1

É claro que, me aventurar sozinha em um negócio ainda novo dá um medo danado. Hoje mesmo estou assim, com aquele friozinho na barriga a que me referi no início desse post. Comecei 2015 a todo vapor (quem é leitora há um pouquinho mais de tempo por aqui percebeu a mudança, né?) e quero muito que as coisas aconteçam, que o blog cresça, que nossa comunidade de madames que usam a moda para ser feliz  – e não uma comunidade de madames que são usadas e oprimidas pela moda – fique cada vez maior. Eu acredito no que faço aqui, me dedico, faço tudo com muito carinho e amor. Mas, talvez, por amar tanto isso aqui e querer tanto que os novos projetos se realizem, me vejo dominada por um medo de que nada disso dê certo ou saia conforme o planejado. A gente tem medo de se frustrar, né?

motivational-monday-2

O que meu pai me fez perceber, no entanto, é que a questão não é ter medo – isso todo mundo tem mais cedo ou mais tarde, mais intenso ou mais leve. A questão mesmo é não ter coragem, é desistir antes de tentar, é se sentir fracassado na primeira dificuldade, é não enfrentar um recomeço só porque teve medo. Se está com medo, vai com medo mesmo. Se está insegura, vai insegura mesmo. Se está atrasada, vai atrasada mesmo; lá na frente você recupera.

O que não dá é perder a coragem de tentar. Porque aí, madames, quando até a coragem tiver ido embora, a gente terá perdido tudo que faz a nossa vida ter sentido.

motivational-monday-3

Blusa – Toli | Saia – Ayeska Mello Skirts | Sandália – Schutz

 Me contem, madames, para o que você anda precisando de uma dose extra de coragem e motivação?

Categoria: Diário de Madame