post da Martinha Fonseca

Dica de Madame: Rotina de Cuidados com a Pele

10 abr 14

Adoro quando recebo um pedido de post que consigo realizar de imediato! É bom né? Desde a semana passada, com alguns comentários essa semana reforçando o pedido, que algumas madames-leitoras me pedem para compartilhar minha rotina de cuidados com a pele do rosto. Confesso que não sei porque não falei antes, porque se tem uma coisa que eu cuido e amo cuidar, é o meu rosto.

Vocês já devem ter me visto falar que tinha problemas de oleosidade na adolescência. Tipo, eu não tinha o rosto coberto por espinhas nojentas, sabe? Mas tinha o rosto bem-bem-bem oleoso lá por volta dos meus 13 anos, e apesar de poucas, as espinhas que apareciam no meu rosto eram um tanto chamativas, e isso só deixava ainda mais evidente aquele processo de puberdade sabotador de auto-estima. Foi quando comecei a ir na dermatologista (Dra. Irene Spinola) na qual, aliás, vou até hoje só que, obviamente que com menos frequência. Naquela época, ia à dermato 1 ou 2 vezes por ano, fazia limpeza de pele regularmente (3 em 3 meses, depois 6 em 6 meses e depois parei de fazer), e aprendi algo que levei para a vida toda: ter uma pele saudável é menos complicado do que parece; é preciso apenas rotina, apenas.

O que acho mais bacana no que tenho que compartilhar com vocês hoje é que, como meu caso não era grave-gravíssimo, eu não precisei de tratamentos radicais como Rocutan e toda essa galera da pesada – o que mostra que ter uma pele saudável é menos impossível do que parece. Foi só ter uma rotina de cuidados que meu problema de oleosidade passou (hoje em dia nem posso mais dizer que minha pele é oleosa, sabe? Ainda tem um brilhinho e tal, mas gente, nem se compara com o que era!!!) e nunca mais tive espinhas-nojentas, esporádicas ou não.

Mas vamos deixar de papo e ir logo ao que interessa, então? Quem são os responsáveis por toda essa mudança?

São 5 os produtos que eu uso com regularidade na minha pele do rosto. No entanto, para facilitar, eu separei em dois grupos: a galera da “velha guarda”, que foi recomendado por Dra. Irene há 10 ou mais anos atrás e eu continuo usando até hoje; e o grupo dos produtos que eu mesma introduzi, por conta própria, e que gosto do resultado do uso.

Turma da Velha Guarda:

Se esse Effaclar falasse eu estava frita! Ele habita meu banheiro há milhões de anos! Foi recomendado pela minha dermato, e embora eu tenha a ousadia de trocar por outros sabonetes líquidos em gel de vez em quando, ele é o meu fiel escudeiro. Não é necessariamente barato (custa uns R$60,R$70 a depender da farmácia), mas dura muito, rende bastante.

Uso Effaclar todo dia pela manhã e a noite, ou sempre que vou tomar banho e sair de casa. Ele também ajuda a tirar a maquiagem do dia a dia (coisa leve, basicona, tá?), então acabo usando para lavar o rosto e refazer a maquiagem também.

Depois, com a pele limpa, hora do protetor solar. Parem de ter preguiça de usar e incorporem logo um protetor a sua rotina, viu? Sério, uso há muito tempo, não tomo sol no rosto em hipótese alguma e, falo sem falsa modéstia (até porque requer disciplina para fazer as mudanças que fiz na minha pele e isso é mérito meu! hihihihi), que minha pele é ótima hoje em dia muito em função do protetor.

Originalmente, Dra. Irene tinha me recomendado um protetor em gel Sunmax, mas eu troquei por esses dois da La Roche-Posay e ela não se opôs da última vez que fui ao consultório. O Anthelios AE é bem fluido e leve, uso para ficar em casa ou em dias muito quentes e o Anthelios Couvrant tem cor e é mais pesadinho, então uso para ir pra praia, malhar, e outras atividades que exigem uma pele protegida e mais uniforme também.

Por fim, o Differin, outro velho de guerra. Uso há anos e, para minha surpresa, quando fui a Dra Irene no início do ano, ela disse para manter o uso. Vejam bem, eu não sou nenhuma dermatologista, mas sobre o Diferrin é o seguinte: ele é um cremes Retinóide e pelo que sei e pesquisei é a única classe de medicamentos que comprovadamente que tratam manchas de acne e previne a sua formação. Li na bula que ele ajuda a limpar a acne da pele e evitar que os poros sejam obstruídos. Sinto minha pele mais sequinha também, e isso é top! Uso todo dia à noite.

Bem, encerrada a categoria “uso por indicação da dermatologista”, vamos à seção de produtos que experimentei e gostei.

Loção tônica adstringente: o que mais gostei nela é que ela é bem mais suave que outros adstringente normais, que parecem que você está aplicando álcool no rosto. Não gosto dessa sensação, acho agressiva. Sobre essa loção, eu gosto de aplicar quando uso maquiagem pesada ou quando eu tive um dia longo (adoro rotinas de beleza depois de dias assim; parece que renova as energias, sabe?). Aí aplico aqueles lencinhos removedores de maquiagem da Nivea, passo demaquilante líquido com algodão (principalmente para tirar a maquiagem dos olhos que sempre é mais difícil de sair), uso o sabonete Efflacar, e por fim, a loção tônica. ufa! ainda bem que é só de vez em quando esse procedimento todo… hehehe!

Creme Microesfoliante Purificante: ai, como amo esse produtinho! Como o nome já diz, ele é esfoliaste, então não dá para usar todos os dias. Uso 2 a 3 vezes por semana como é recomendado, normalmente no banho, para deixar mais prático. A sensação de limpeza que ele dá é impagável! Amo demais!

—-

Bem, madames! Escrevi um bocado, não foi? Mas espero que o post tenha sido útil para vocês. 

É claro que esses são produtos que funcionam para mim, e para incluir eles na rotina de vocês, é recomendável ir ao dermatologista primeiro, não é? Cada caso é um caso. De lição segura que posso dar, apenas o seguinte: deixe a preguiça de lado, faça esforço no início e depois você vai ver que incluir uma rotina diário de cuidados com a pele não é tão coisa do outro mundo quanto parece, e melhor: compensa!!!!

:*

Categoria: Sem categoria