post da Martinha Fonseca

Produto de Madame: Nivea Sun Protect&Fresh

11 dez 13

Ah, o verão... os dias ficam desesperadamente quentes, mas vamos confessar que não existe temporada melhor: o sol brilha, o céu fica azul-azul, sem uma nuvem no céu e acordar com um visual desses é meio caminho andado para o dia dar certo.

Melhor mesmo só quando a gente consegue uma folguinha durante a semana para dar uma escapadinha para a praia – ou piscina – ou quando a gente se organiza (e Murphy colabora, néam? porque ele adora semanas ensolaradas e fim de semanas chuvosos…) para aproveitar os dias de sol no sábado ou domingo. Certo?

Espero que nenhuma de vocês me matem por tocar nesse assunto em plena quarta-feira e ainda ilustrar o post com fotos como essa…

Como disse, não me matem por essa foto. Até porque o motivo é justo: semana passada, fui passar o final de semana no IberoStar Praia do Forte com Dan (aliás, ótimo refúgio pertinho de Salvador para aproveitar! :*) e no momento que estava arrumando a mala, cliquei para o instagram os produtinhos que estava colocando na minha necessarie:

Alguns desses produtos eu já até falei aqui no blog (aqui e aqui), mas a novidade da vez que eu trouxe para compartilhar com vocês é esse protetor solar Nivea Sun Protect&Fresh. Já havia visto a propaganda na tv do produto (com um rapazinho na praia usando o protetor em spray e se refrescando com ele…lembram???) e quando recebi em casa o produto, fiquei esperando a oportunidade de testá-lo. Eu não sou nenhum rata de praia, e pegar sol não é exatamente algo comum pra mim. Acho lindo uma pele bronzeada, mas acho mais lindo ainda uma pele saudável e nada envelhecida, fruto, entre outras coisas, da não exposição ao sol.

Daí que talvez por isso mesmo eu seja a pessoa mais indicada para testar protetores solares. Porque se eu aplicar, e ficar pouquíssimo tempo no sol e sentir que minha pele queimou mesmo assim, eu nunca mais compro o produto. Simples assim. Porque, né, se em mim queimou, imagina em quem ficou no sol o tempo todo….

Então vamos lá, ao produto de madame da vez!

Levei na mala a versão FPS 50 do Nivea Sun Protect&Fresh, e testei durante o sábado e domingo lá no IberoStar.

Sobre a novidade de ser refrescante: sim, ele é. Acredito que na hora do calor, quando você tem que reaplicar o produto, esse aspecto é um alento, uma maravilha, um oásis na terra. Mas para mim (e para Daniel, porque obriguei ele a passar o protetor! hahahaha #namoradamá) que costumo passar o protetor solar no corpo todo antes de sair de casa – ou do quarto do hotel – foi um momento cheio de gritinhos de “uai”, “é frio mesmo!” e “tá bom, já chega”. Nada de outro mundo, mas friozinho. E isso não necessariamente agrade todo mundo (eu, como adoro uma frescurinha e uma novidade, me diverti e continuarei usando..).

Sobre a proteção: na coletiva de impresa que eu fui da L’oreal, aprendi a importância de qualquer protetor solar ter proteção contra raios UVA (que são os que causam o envelhecimento e manchas da pele) e raios UVB (que são os que provocam ardor e queimaduras). Como um bom protetor, então, o Nivea Sun tem proteção contra esses dois tipos de radiação –  UVA e UVB. ótimo, ponto pra ele.

Apliquei o produto em todo o corpo antes de sair do quarto e depois quando saí da piscina, por onde fiquei por uns 40-50min debaixo de sol forte, de meio dia (eu tinha esquecido o meu chapéu no quarto, e sabe como são esses resorts, né? era mais fácil eu chegar em Salvador novamente do que chegar no quarto! longe demais!). O resultado final? Não senti nem percebi diferença alguma na minha pele, não me queimei quase nada.

Ou seja, produto aprovado!

A única dificuldade aqui é cultural. Explico:

Protetor em spray é menos oleoso (esse pelo menos é; você nem lembra que passou protetor), mas como não é em creme como estamos acostumados desde que nos entendemos por gente, dá a falsa  impressão de que você não está aplicando o produto, que não passou pelo corpo todo, que pode ficar manchado. Seilá, é diferente. Questão de costume mesmo, como disse. Porque aí você vai passando repetidamente porque acha que não passou o suficiente, e lá se vai o desperdício de produto. Tenho a sensação que o frasquinho, depois de 1 fim de semana, voltou pela metade (ele foi usado por 3 pessoas no total). Mas vou observar direitinho a duração dele e depois, quando tiver chance, comento aqui no blog novamente o que achei, ok?

No geral, achei a proteção bem bacana e o aspecto refrescante bem bacaninha – típica jogada de marketing em que eu caio! hehehehe, embora não agrade a todo mundo. Eu usarei meus frasquinhos até o fim. Capaz que compre novos em seguida. ;)

Categoria: Sem categoria