post da Martinha Fonseca

Produto de Madame: Shampoo e Condicionador, Haskell Queratina

15 out 13

Oi madames!

Queria começar o post de hoje agradecendo a participação de vocês no sorteio que lancei ontem! Estamos com quase 500 participações e eu estou muito feliz com as coisas que vocês estão escrevendo – tanto na parte dos elogios ao blog, como na parte de sugestão de outros assuntos para incluir por aqui. Estou anotando tudo e já vou providenciar algumas mudanças! Tomara que o blog fiue sempre com a nossa cara! <3

~~ em tempo: madames que ainda não participaram do sorteio, participem!! o prêmio é massa e vocês ainda me ajudam a deixar o AM melhor! :* ~~

Bem, dito isso, vamos ao post. Com o fim da minha dupla de shampoo&condicionador da Organix (buáaa!) – para quem ainda não viu o post com a resenha sobre esses produtos, clica aqui fui em busca de uma nova dupla para fazer maravilhas com as minhas madeixas. Como vocês sabem eu tenho o hábito de sempre ter mais de uma opção de shampoo e condicionador para usar; é bom para o cabelo não acostumar e os efeitos serem sempre positivos.  Vocês também fazem isso, certo?

Fui, então, na Bell Salvador e acabei levando o shampoo e condicionador de uma marca que ainda não conhecia, a Haskell – e nesse momento, antes da resenha do produto em si, me permitam deixar aqui a minha indignação: as vendedoras dessas lojas de cosméticos estão sempre empurrando uma marca de produto..,já reparam isso? Tenho a impressão de que elas não estão muito preocupadas em ouvir a sua reclamação (“meu cabelo está muito ressecado”, “quero mais brilho”, etc) e sim em “desovar” uma marca em específico; ou porque precisam disso para bater algum tipo de meta ou porque o produto está empacado na prateleira, sabe? Me sinto meio enganada…chato, né? Beeeem chato.

Com vocês acontecem esse tipo de situação? Se incomodam? Concordam comigo ou estou tendo ataque de pelancas? hihihih

Bem, influenciada pela vendedora ou não, acabei comprando a dupla da Haskell. Cada um dos potinhos custou R$23 e achei  o preço “ok”, nem caro, nem barato. No entanto, valorizo as dilmas que gasto por aí e, nesse sentido, queria que os resultados fossem um pouquinho mais revolucionários, sabe? No fundo, no fundo, ao usar no meu cabelo achei apenas “ok”, assim como preço. Entende?

Porque vejam só: dia desses, usei shampoo e condicionador da Pantene (não lembro que produto específicio, mas posso olhar e fazer resenha depois) e achei que os produtos dessa marca se saíram melhor que os das Haskell. Nada super ultra mega top, mas pelo preço mais em conta, acaba atendendo melhor as expectativas. Entende o que quero dizer? Não espero gastar R$23 em um shampoo e outros R$23 em um condicionador para achar o resultado apenas “ok”. #chatiada

No final, na escala de madame que vai de 0 a 5, os produtos desse post ficam com nota 3. Não achei que chegaram a fazer mal ao meu cabelo, mas também não fizeram nada revolucionário, sabe? Vai para aquela categoria do “agora que comprei, vou usar até o final”.

Ou seja: quase, quase um #kuendetected.

Categoria: Sem categoria