post da Martinha Fonseca

Look do dia: Mas por que fazer aniversário é tão bom?

01 ago 12

Nessa história de fazer 24 anos, muita gente que não conhecia esse meu lado festeiro ainda, acabou descobrindo (por imposição minha mesmo e da minha contagem regressiva…hehehe) o meu amor por fazer aniversário. Perto de mim, posso perder as contas de quantas pessoas eu sei que odeiam fazer aniversário. Umas porque não querem ficar velhas, outras porque são tímidas e não gostam de estar no centro das atenções e por aí vai. Não faltam motivos para as pessoas não gostarem de fazer aniversário

Eu, do meu jeitão leonino de ser, prefiro enxergar as coisas de outro jeito. Em vez de ficar sofrendo porque estou ficando mais velha (e idade pode até facilitar, mas não é pre-requisito para ninguém morrer, né?), prefiro olhar para o passado como um aprendizado. Essa vida é muito louca, muito intensa, muito rápida para gente se dar ao luxo de não aprender com as experiências que passa na vida, ou perder tempo sofrendo com a velhice, como se isso fosse a pior coisa do mundo – sobre isso, aliás, acho que a chance de nem chegar lá é bem pior.

E por isso, todo ano, no dia 28 de julho, eu sou pura festa. Festa de colocar o joelho no chão e agradecer a Deus a chance que Ele me dá de completar mais um ano; de poder compartilhar momentos de felicidade com meus amigos; e poder olhar para trás e dizer: “eu sobrevivi àquele problema”, “eu superei aquele desafio”.

Meu obrigada a todo mundo que nesse último ano esteve comigo e especialmente, obrigada a quem esteve comigo na noite do dia 28. Meu dia foi mais feliz com vocês por perto! :)

Vestido – Mesckla
Sapato – Luiza Barcelos (Donna)
Make e Penteado – Dhai Santanna (Espaco Performance)

Categoria: Sem categoria