post da Martinha Fonseca

Dúvida de madame: cintos

09 jan 12

Durante 2011,  fui algumas vezes participar do programa Só Para Mulheres da Rádio Metrópole, e engraçado que em todas elas (sério, todas!), teve ouvinte ligando ou escrevendo com dúvida de como usar cintos.

Meu corpo é reto, mas posso usar cinto na cintura?”

Eu sou gordinha, de quadril largo e cintura larga. Posso usar cinto grosso na cintura?“.

Eram tantas as perguntas sobre o mesmo assunto que me prometi que faria um post sobre isso, para conseguir (ou ao menos tentar) ajudar as madames que passam por aqui e que compartilham dessa dúvida de como acertar na hora de usar cintos. Vou tentar ser bem resumida e bem direta nas dicas, para que o assunto fique o mais claro possível e que a gente consiga parar com esse medo de errar na hora de usar cintos. Afinal, o mundo dos cintos é muito mais de alegria do que de complicações.

Foi-se o tempo em que a única função dos cintos era segurar a calça no lugar. Hoje dá para usá-lo como um elemento da roupa, que pode incrementar de diferentes formas o nosso look.

Para as madames interessadas nos cintos fininhos, uma boa notícia: com eles é mais fácil de acertar no visual, já que favorecem qualquer silhueta. São mais delicados que os cintos mais grossos e, quando usados na cintura, ajudam a criar uma silhueta mais feminina, principalmente quando aliados a roupas mais soltinhas do corpo (para quem tem seios grandes, cuidado para não ficar muito inflado em cima; para quem tem quadril maiores, cuidado para blusas ou vestidos de tecidos muito estruturados não formare um volume ainda maior nessa região que, no seu corpo, já é grandinha). Como dá para ver em duas fotos da montagem acima, quando os cintos são usados na cintura junto com roupas mais justas, um look mais sexy é composto, alongando as pernas e valorizando as curvas do corpo.

Para quem prefere usar na cintura os cintos mais largos, um alerta: eles acabam encurtando e escondendo o tamanho do tronco, e é especialmente pouco favorável para madames com seios grandes e/ou tronco curto.

Para  usar o cinto (e nesse caso pode ser fino ou grosso) no cós da calça, com a blusa por dentro, é uma boa opção apenas para madames de quadril menor, já que essa região ganha bastante destaque numa roupa composta assim. Uma opção para quem tem o quadril um pouquinho maior, é colocar a blusa um pouco pra dentro e um pouco pra fora (amoooo usar assim!!).

Madames com o corpinho violão ou magrinhas que querem ganhar mais curvas (olha o look da Cameron Dias aí em cima!!), cintos na cintura, por favor! :)

 

Na região do quadril, a “regrinha” é simples e rápida: o cinto favorece a quem tem quadril estreito ou para quem  tem tronco mais curto que as pernas, já que o cinto usado mais embaixo, desloca, visualmente, a cintura para a região do quadril, alongando o tronco.

E aí, dúvidas esclarecidas?? Espero que sim – maaaaaaas, se alguma madame ainda estiver com dúvida, se joga aí nos comentários que eu respondo!

Lembrem-se, independentemente do tipo de corpo, de duas coisas essenciais:

1) não importa quão “perfeito” e magrinho seja seu corpo, cintos mega apertados não favorecem e não ficam elegantes em ninguém. Eu disso, N-I-N-G-U-É-M!

2) É claro que essas regrinhas existem para ajudar as mulheres a acertarem no visual e usarem uma roupa que favoreça, ao máximo, seu tipo de corpo. Mas, mais importante que tudo isso, é se olhar no espelho e se sentir bem. Então, leve isso sempre sempre sempre em consideração, ok? Se sentir bem consigo mesmo é mais importante do que qualquer regrinha da moda.

Categoria: Sem categoria