post da Martinha Fonseca

Opinião de Madame: Glossybox

22 dez 11

Ok, vamos lá: o assunto de hoje é meio polêmico, mas tentarei ser breve no post (será que consigo?!).

 A idéia de oferecer mensalmente, por um preço fixo, miniaturas de produtos de beleza (hoje em dia, me parece que tem até roupas, sapatos, etc) parece excelente. Receber caixinhas dos Correios já é bem legal, então imagina se vier com coisas boas dentro. Bem, é basicamente essa a idéia que a GlossyBox propõe. E a idéia é boa mesmo…o problema é que entre a idéia boa e uma boa execução desta existe um loooooongo caminho a se percorrer.

Não vou mentir que já comecei nessa história de GlossyBox com os dois pés atrás. Madames do twitter me passarem links de outros blogs narrando experiências terríveis com a glossybox: caixa que não veio, inscrição no serviço que não era cancelada mesmo depois da própria pessoa ter solicitado cancelamento, produtos abertos, produtos com mofo e uma longa polêmica entre a promessa de miniaturas de produtos e o oferecimentos de amostras grátis – e, sabendo de tudo isso, ficou complicado amar de cara a GlossyBox.

Anyway, o fato é que acabei me escrevendo, pagando R$39,90 pela GlossyBox premium e depois de dias de atraso (a GlossyBox promete colocar no correio sua encomenda na última semana do mês, com entrega prevista para a primeira semana do mês seguinte ), minha GlossyBox chegou aqui em casa, ontem.

A caixinha, confesso, é a coisa mais lindinha (talvez a melhor coisa de todas). A vontade de saber o que vem dentro aumenta ainda mais com esse pacotinho todo bonitinho na sua frente. E, já que era assim, abri o pacotinho e fui ver o que tinha dentro, confirmando cada produto com as informações desse card que vem junto (foto acima):

** Daí que o primeiro produtos que vi foi “pincel kabuki” (3), e eu achei o máximo. Quer dizer, pelo menos até perceber que o pincel é mais àspero que lixa de parede. Decepcionada, então, segui para o próximo produto, para ver a se a coisa melhorava.

** Ultra Sheer Liquid Lotion FPS 55, um protetor solar da Neutrogena (6), Soapelle Sabonete em Barra, da Darrow Dermocosméticos (4), Cleany Loção de Limpeza, da Theraskin (1). Todos esses três produtos tinham escrito “amostra grátis” na embalagem. E aí duas coisas: 1) como assim eu tô pagando para receber amostra grátis?; 2) como é que uma embalagem tão pequena (no caso do protetor solar da Neutrogena mesmo, coloquei um pouco na mão e já acabou…), vai me permitir testar um produtos e avaliar corretamente se ele é bom ou não, se ele funciona ou não e, até, se posso indicar ou não para minhas leitoras e amigas?

E lá fui eu pro próximo produto, seguindo no meu caminho de decepção.

** Gel de banho Citrus Verbena, da L’Occitane (2). Embalagem com 30 ml, de tamanho razoável, que deve dar conta para usar em 4 ou 5 banhos. Gostei. O cheiro é bom e eu amo L’Occitane.

** Por fim, o último produto (e a essa altura, já nenhuma expectativa sobre ele): Fleur D’osmanthus, da Roger&Gallet (5).  Não encontrei em nenhum lugar escrito “amostra grátis”, mas com um tamanho minúsculo desse, nem precisava né. Até perfumaria de shopping te dá amostra grátis melhor. Até porque, como vocês vêm na foto aí de cima, meu frasquinho (bem iiiinho…) veio pela metade. Fechei com chave de ouro minha experiência GlossyBox. #NOT

Resultado final de tudo isso? Como falei na no início, existe um longo percurso a se percorrer entre uma boa idéia e uma boa execução. Sério, soa a falta de respeito essa glossybox. Custava nada melhorar o serviço, sabe? Acredito de fato na proposta da empresa, mas na execução…tá difícil.

Primeiro que acho tão desnecessário enviar o produto num formato tão lento. Mesmo levando em consideração o fluxo intenso de encomendas nesse fim de ano nos Correios, um pacote que saiu dia 29/11 da empresa e chega na casa do cliente 21/12 não tem motivos, sabe? Sério, desnecessário. Perde toda a graça do negócio.

Segundo que, embora eu tenha lido que a GlossyBox começou a incluir “pequenas amostras e amostras grátis” na descrição do seu serviço, é muito tosco enviar amostras grátis. Se a idéia que move todo o negócio é você testar produtos, alguém me ensina como é que testa algo de forma razoável com amostras grátis tão pequenas porque eu realmente não sei.

E assim se inicou e se encerrou minha experiência GlossyBox….pena, né?

Categoria: Sem categoria