post da Martinha Fonseca

Para sobreviver ao calor com um mínimo de dignidade

29 out 10

Porque, né? O verão nem chegou no calendário e eu já sonho em morar na Finlândia. hahahah De todo modo, enquanto eu não descubro uma forma de tornar este sonho possível, vamos ver o que dá pra fazer para sobreviver ao calor por aqui mesmo e continuar com o mínimo de dignidade na hora de se vestir. Até porque, se eu não me controlar, qualquer hora dessas saio pela rua de biquini mesmo. (#alocka)

Well, as madames já sabem que beber muita água e fugir do sol é super importante para economizar nas gotinhas de suor, certo? Então vamos pular essa parte e seguir adiante. Primeiro passo, faça dos tecidos naturais os seus melhores amigos. Levinhos e molinhos, tecidos como algodão e linho grudam menos no corpo, e porque conseguem absorver o suor, eles ajudam a amenizar o calor, deixando seu corpitcho mais ventilado e fresquinho. E do jeito que a coisa anda, meu bem, isso é o céu!






* fotos do Site da Revista Estilo *

Outra coisa: invista em cores mais claras e neutras. Preto é super elegante e até no verão ele tem o seu glamour, mas não…sair usando preto por aí em dias super calorentos não dá. Aproveite que a moda está cheia de opções de roupas em tons pastéis e use e abuse as cores clarinhas.



Fez tudo isso e o calor permanece? Hora de se atentar ao tipo de roupas que você está usando. Antes de mais nada, em dias super quentes, desista da calça jeans. Opte por uma saia. Existem tantos modelos (aliás, já falei disso aqui, ó!) que dá para achar uma mais fresquinha que sirva para o seu tipo de corpo e que você possa usar para ir a qualquer lugar, seja ao supermercado, seja ao trabalho.

Aliás, por falar em trabalho, combinar saia com uma regatinha é mara! As vezes não é preciso…mas se for necessário se cobrir um pouco mais para ir ao trabalho, basta adicionar um cardigã, uma jaquetinha ou um blazer enquanto estiver em horário de trabalho e ya está! Estilo e sobrevivência caminham juntos baby!

* fotos do Site da Revista estilo *

Bem, madames, é isso. O básico já está dito.
Agora, se nem assim você conseguir diminuir o número de gotinhas de suor, hora de pensar se não dá mesmo para ir passar uma temporada na Finlândia… =P
Categoria: Sem categoria