post da Martinha Fonseca

Para as habilidosas….

08 set 10

É claro que a madame aqui, assim que viu a propaganda na televisão, tratou de arranjar um tempinho para ir ao shopping para comprar a cera quente Veet, néam? Fiquei apaixonada pela idéia. Afinal, dar aos meus pêlos e à minha pele tratamento de salão sem nem sair de casa é algo fascinante.

De cara, tenho que dizer que as instruções no pacotinho são super simples e fáceis de entender (credo, odeio explicações/modo de usar complexas; é ou não é pra facilitar, heeein?): abre o pacotinho, tira a cobertura de alumínio, coloca rapidinho no microondas e…ya está, a cera prontinha pra ser usada. Outro detalhe que preciso ressaltar, é o cheiro, claro; adorei sentir aquele cheirinho gostoso de cera quente, igualzinha de salão (ps: eu sou a única que gosto de cheiro de cera quente?!! Diz que não, vai...), sabe? E a textura da cera é também igualzinha a de salão. Mesmo quando a cera começa a esfriar e, consequentemente, a endurecer, é só esquentar de novo e o cheirinho e a textura aparecem novamente. Aliás, madames, a qualidade do produto, ao meu ver, é indiscutível. Muito boa mesmo!

Mas nem só de maravilhas e elogios vive a cera quente da Veet né? De cara, a idéia de ter uma paletinha de madeira que sirva, ao mesmo tempo, para espalhar a cera na pele e avisar a temperatura ideal para cada parte do corpo (virilha, axila ou perna) não é muito clara. Sinceramente, li a indicação de cada temperatura no pacotinho, pensei o clássico “anham, Cláudia, senta lá” no melhor estilo Xuxa, e segui meu rumo – ainda mais que, ao colocar a paletinha dentro do pote, a cera cobre tudo, inclusive a indicação de temperatura….

De todo modo, o ponto fraco mesmo do produto é o mesmo ponto fraco de qualquer outra cera quente: só as habilidosas (ou as persistentes) vão  conseguir de fato usá-lo. Mexer com cera quente não é fácil: tudo bem que eu costumo usar cera fria, mas, isso já me daria, teoricamente, uma certa habilidade para a depilação em casa ne? Pois é, teoricamente. Apesar da prática, senti uma certa dificuldade em mexer com a cera quente, e acabei melecando um pouco as coisas ao meu redor – graças a deus, com um pouquinho de boa vontade tudo ficou limpinho novamente, sem muito esforço! Apesar da bagunça, acho que vou continuar usando a cera quente Veet, principalmente na perna – já na virilha e na axila, é mais prático continuar com a cera fria mesmo; até porque a dor é a mesma sempre. #fail

O preço eu não lembro exatamente, mas era algo em torno de 20 reais – comprei nas lojas americanas, Shopping Iguatemi, ta?

Então é isso madame. Resumindo: o produto é bom, prático e cheiroso; mas não é para todas.

Quem se arrisca????

Categoria: Sem categoria