post da Martinha Fonseca

Diário de Madame

Levar a vida no automático, colocar a culpa de tudo nos outros e esquecer de ser autora da própria vida. Vale à pena viver assim?

06 jul 15

“Ah, ela não consegue se entregar a nenhum relacionamento porque sofreu muito com a separação dos pais quando era criança”.

“O problema é o exemplo do pai  (ou mãe) que ela têm em casa”.

“Ela é filha única, a mãe criou cheio de vontades”.

“Ela vive em um relacionamento doentio porque sofreu muito com a ausência do pai na infância”.

Ouço esse tipo de afirmação com tanta frequência – e eu mesma falo algumas delas também – que me pergunto quando é que a gente vai parar de justificar os nossos erros colocando a culpa nos outros. Tá, a gente não precisa ir muito longe para saber que as experiência pelas quais a gente passa na vida nos moldam e moldam a nossa visão de mundo, e que por muito tempo a gente vive meio que em modo automático: o que meus pais ensinam são 100% verdade e o que eu vivo em casa é o que define o que é certo e o errado no mundo.

Tudo bem viver assim por um tempo. É normal. Mas é que chega uma hora – e aí pode ser aos 12 anos, aos 18, aos 25 ou 40! – que você começa a raciocinar por conta própria, ter e viver suas próprias experiências, e tirar suas próprias conclusões sobre o mundo, sobre você e sobre as pessoas à sua volta – inclusive para chegar à conclusão que nesse ou naquele assunto específico você e seus pais pensam diferente.

O que quero dizer é que a gente não pode sair por aí vivendo a vida pra sempre no automático, reproduzindo padrões ou sem se questionar o que nos motiva a fazer isso ou aquilo. Quer dizer, poder poder. Mas será que vale à pena? Será que sua vida não pode ser mais que isso?

Porque quando a gente entra nessa de só justificar o que faz – ou deixa de fazer – a culpa nunca é nossa e a gente passa o controle da nossa vida para outra pessoa (e vamos combinar, que dar esse peso para alguém não é necessariamente algo muito justo nem com a gente nem com os outros). E perceba que, passar o controle da sua vida a alguém, ao contrário do que a gente tende a imaginar, não elimina o sofrimento. A gente continua convivendo com as consequências das nossas escolhas e atos, sofre porque foram más escolhas e, quer saber? Sofre de novo porque não consegue resolver, afinal, a culpa é do outro e na maioria das vezes o outro, que nem sabe que tem esse controle todo sobre você, está cagando pros seus problemas e pra resolução deles. Você fica, então, com dois pepinos na mão e uma vida que vai passando na sua frente sem você ter nenhum prazer e orgulho do que vê, faz ou fez.

“A minha vida é minha” é uma frase que todo mundo deveria ser proibido de esquecer por meio segundo que fosse. Talvez isso ajudasse a perceber o tanto que é importante ser autora da própria vida, agente das próprias mudanças e conhecedor das próprias fraquezas e forças. Se conhecer é um processo difícil, sabe? É dolorido, às vezes te dá vergonha de reconhecer que você age assim ou assado por conta de uma motivação tão boba e ao mesmo tempo tão poderosa sobre você. Mas você só vai agir diferente quando mudar os estímulos, e para saber o que precisa mudar, você precisa conhecer, timtim por timtim, do que acontece com você, né?

Se permita esse caminho,  reconheça a influência dos outros e de experiências prévias sobre você, mas não se apegue a isso como justificativa para seguir o caminho mais fácil:  ser Gabriela Cravo e Canela e bancar o “eu nasci assim” não vai te levar muito longe, não.

—-

hihihih, espero que gostem do textinho do Diário de Madame hoje, madames. Fiquei pensando no assunto durante a semana toda, e ficou inevitável não compartilhar isso com vocês. Quero saber o que pensam, se concordam, se já viveram ou vivem algo do tipo…vamos conversar tá? <3

Ah! E vamos começar sobre minha semana também, hihih! Abaixo, os highlights:

diario-1

O retorno ao #SaúdeDeMadame segue entrando no ritmo. No fim de semana dei uma derrapada aqui ou acolá, mas nada como uma nova semana para tentar não reproduzir os mesmos erros, certo? E eu prefiro focar nos avanços, afinal manter a corridinha à noite e apertar o ritmo no crossfit é bom demais! Requer esforço e força de vontade mas dá orgulhinho também sabe?

Vamos seguir em frente, então, que faltam 15 dias pro casamento de uma amigona, e eu preciso ser uma madrinha bonita, né? hihih x) Vamos nessa!
diario-2

Os looks da semana foram basicamente esses três:

1. Para ir ao banco: Casaquinho Riachuelo, blusa C&A, Calça Zara, Oxford C&a, Bolsa Schutz
2. Aniversário de 91 anos de vovó: Blusa Dress’D, Saia Espaço Fashion para Dafiti, Sandália Schutz, Bolsa Arezzo
3. Jantar sexta à noite: Blusa, Bota, Colar e Blazer Forever XXI, Saia Boah, Bolsa Prada.

Meu preferido? Os três! hahaha Não consigo decidir se amo o primeiro pelo toque boyish, o segundo porque ser um basiquinho tão lindo ou o terceiro pela misturinha que deu certo.

diario-3

Teve também essa semana gravação de video, uhu! Finalmente coloquei no ar o video com a tag 50 Fatos Sobre Mim, que vocês tanto me pediam! Adoro quando consigo fazer algo assim, tirar uma pendência das costas, sabe? e de quebra agradar vocês com um conteúdo que era tão pedido! bom demais!

Amanhã entra no ar um Maquia e Fala, tá? E tô planejando também um tag com Sam, que ele tá de férias e eu preciso dar ocupação a essa menino! kkkkk mas se tiverem mais idéias, se joguem aí nos comentários e me ajudem. Tá na minha listinha também gravar um video sobre as bases que tenho, e já me sugeriram um sobre viagens, mas será que tem uma tag específica sobre isso? Alguém sabe?

Espero que tenham gostado do Diário de Madame de hoje!!! Comentem muito!

 

 

Categoria: Diário de Madame
post da Martinha Fonseca

50 fatos sobre mim!

aperta o play!

03 jul 15

Eita que há um tempão eu tava devendo esse video para vocês! Inclusive, eu expliquei aí no vídeo porque demorou tanto de ir para ar essa tag. De todo modo, o mais importante é que, cedo ou tarde, o video “50 fatos sobre mim”está no ar!! Prontas para conferir tudo??

Espero que vocês gostem, se divirtam e comentem muito hein?? Tô esperando!!

A pergunta que não quer calar é: quem foi que inventou a tag 50 Fatos Sobre MIM? kkkk , é muita coisa! nem eu sabia tanta coisa a meu respeito! x) espero que tenham assistido tudo e gostado, madames!

Categoria: Video
post da Martinha Fonseca

Vermelho Show Intense Circus O Boticário

Rosa lindo com acabamento hidrante de O Boticário

02 jul 15

Hello, madames!

Feriadinho delícia no meio da semana aqui na Bahia (2 de julho, Dia da independência da Bahia), mas o blog não pára. Confesso que aproveitei para dormir até mais tarde – hihihih tem seu valor – e por isso o post está entrando mais tarde. Mas o importante é não perder o ritmo do nosso bate papo diário aqui, não é? Antes tarde do que nunca!

No video de recebidos que eu compartilhei com vocês na terça-feira, vocês viram que eu recebi várias coisas de O Boticário – perfume, produtos para o corpo e maquiagem. Dentro todas as novidades, percebi que vocês ficaram super curiosas para saber especificamente sobre o batom da coleção, então cá estou eu para falar com vocês sobre o Vermelho Show Intense Circus. Let’s?

intense-circus-o-boticario-vermelho-show-1

Dá para ver, de cara, que de vermelho esse batom não tem nada né? Achei o nome meio confuso, soaria melhor como rosa show, pink show ou qualquer coisa do tipo já que, no fim das contas, o batom Vermelho Show Intense Circus é mesmo um rosa.

Ele é super cremoso, hidrante, com acabamento brilhante. Ele é fácil de passar, a cor sai bem, sabe? Logo na primeira passada já sai esse tom de rosa vibrante aí da foto. Confesso que eu me sinto estranha com tons tão rosados assim – acho infantil demais, fofo demais; e eu já sou meio feminina e fofinha nos looks, aí acho que tudo isso junto fica exagerado. Fora que eu sou mais do time do acabamento mate mesmo, acho mais bonito.

Mas tirando a preferência pessoal, a cor é bonita e dura direitinho até. Nada de outro mundo – é preciso reaplicar de tempos em tempos – mas dura bem. O preço é que é bom: R$11,89! Viva a linha Intense né? Tá caprichada nos últimas tempos, e tem um preço mara!

Abaixo, mais fotos do Vermelho Show Intense Circus na minha boca.

intense-circus-o-boticario-vermelho-show-2 intense-circus-o-boticario-vermelho-show-3 intense-circus-o-boticario-vermelho-show-4

Gostam da cor, madames?

Categoria: Sem categoria